Como evitar infecção alimentar no verão

Intoxicação alimentar, ou gastrintestinal, é uma reação que ocorre em nosso organismo após ingerirmos alimentos contaminados com microrganismos que prejudicam nossa saúde. Esses microrganismos,…

Os riscos de intoxicação alimentar aumentam no verão.

Intoxicação alimentar, ou gastrintestinal, é uma reação que ocorre em nosso organismo após ingerirmos alimentos contaminados com microrganismos que prejudicam nossa saúde.

Esses microrganismos, que podem ser desde bactérias, fungos, vírus até parasitas intestinais, chegam ao alimento durante o preparo, manipulação ou armazenamento inadequados. A falta de higiene dos locais ou cozinheiros faz com que esses agentes causadores de doenças não sejam eliminados adequadamente antes de chegar ao prato do cliente. E casos mais graves, alimentos estragados acabam ingeridos e levando à intoxicação.

Os sinais e sintomas mais comuns são:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dor abdominal em cólica;
  • Diarreia;
  • Mal estar geral;
  • Falta de apetite;
  • Tonturas;
  • Fraqueza;
  • Dores de cabeça.

Na presença de qualquer um desses sintomas é importante procurar um atendimento médico. Normalmente, a intoxicação alimentar melhora dentro de um ou dois dias. Porém, em alguns casos, pode ser bastante perigosa.

É necessário ter um cuidado redobrado em relação à desidratação, pois os vômitos e a diarreia eliminam uma grande quantidade de líquido, que devem ser repostos. Para isso, o ideal são os soros, podendo ser caseiros ou comprados, que possuem, além de água, sais mineiras, necessários para evitar a desidratação.

No verão aumentam os casos de intoxicações alimentares

No verão, os casos de intoxicação alimentar aumentam devido a diversos fatores. O principal deles é que mais famílias viajam no período, que coincide com as férias, e acabam não verificando adequadamente os alimentos que ingerem. Durante as viagens os hábitos de higiene, como lavar as mãos antes da alimentação, acabam esquecidos.

Tome um cuidado especial com os ovos. Eles podem causar intoxicação alimentar.

Veja os alimentos que mais causam intoxicação

Tome um cuidado especial com alimentos que costumam causar mais facilmente intoxicações alimentares:

  • Peixes;
  • Frutos do mar em geral;
  • Maioneses;
  • Ovos;
  • Cremes;
  • Queijos e derivados do leite;
  • Carnes mal cozidas.
Leia Também:  Onde as bactérias se alojam no seu lar

Para evitar o problema siga algumas dicas

  • Verifique o alimento antes de consumi-lo;
  • Evite consumir alimentos que deveriam estar quentes e estão frios, como espetinhos de camarão e salgados;
  • Dê preferência a alimentos leves como frutas e vegetais, mas verifique se estão bem lavados;
  • Só se alimente em locais bem higienizados e com cozinheiros adequadamente paramentados;
  • Beba bastante água, sucos de frutas e água de coco;
  • Verifique com cuidado o odor dos alimentos. No calor muitos produtos costumam estragar mais rapidamente;
  • Evite as substâncias facilmente perecíveis, como ovos e maionese;
  • Se puder, prepare os alimentos você mesmo;
  • Não se alimente de carnes mal cozidas;
  • Evite os alimentos de barracas e vendedores de praia;
  • Não se esqueça da higiene das mãos antes de se alimentar.

Com essas dicas você pode passar o verão sem a desagradável intoxicação alimentar. Mas, na presença de algum dos sinais e sintomas, procure um atendimento médico e não se esqueça de se hidratar bastante.

Lavar as mãos ajuda a evitar intoxicações.

Top