Como Evitar Danos com Bagagem

Da janela do avião você consegue ter uma vista geral do tão sonhado destino. Como demorou para fazer essa viagem! Mas agora, você finalmente…

Da janela do avião você consegue ter uma vista geral do tão sonhado destino. Como demorou para fazer essa viagem! Mas agora, você finalmente chegou e só falta desembarcar, acomodar-se no hotel e começar a usufruir das maravilhas de um local tão pitoresco.

O problema é que você está na cidade, mas sua bagagem não!

Isso, infelizmente, acontece com milhares de pessoas no mundo todo. Queixas relacionadas à atrasos e extravios chegaram à assustadora cifra de 29,4 milhões, em 2010. Não é pouco.

Os motivos pelos quais isso ocorre são tão misteriosos quanto o fato em si, afinal, o procedimento de embarque é padronizado e cheio de minúcias, com protocolos repetidos, treinados e aprimorados ao longo de mais de 50 anos de história da aviação civil comercial. Era de se esperar que a segurança fosse tão eficaz quanto as medidas impostas aos passageiros.

Acredita-se que haja quadrilhas especializadas no “sumiço” de bagagens e que funcionários do setor de carga e descarga – que não são ligados às companhias aéreas e sim, à área de infraestrutura dos aeroportos – estejam envolvidos. Na verdade, ninguém sabe como malas desaparecem e quem faz com que isso aconteça. Algumas vezes conseguem prender um ou outro, mas o esquema, em si, não é descoberto e está bem longe de ser.

Algumas pessoas são mais propensas à situação, como é o caso de Jô Soares, que diz que é “predestinado” quando se trata de extravio em aeroportos. Num de seus programas, contou que hoje, nem preenche mais o formulário de identificação quando isso acontece: mostra uma foto que sempre tira no dia do embarque, antes do check-in, justamente na frente do balcão e de mãos dadas com um funcionário, de preferência.

Em relação aos extravios e atrasos, podemos fazer duas coisas: tomar providências para melhor identificação de nossos pertences e torcer muito para que não aconteça conosco, justamente na nossa viagem!

Você pode seguir as dicas PPP:

Personalize: coloque adesivos, fitas, etiquetas de identificação por fora e por dentro de suas malas. Eles devem conter seu nome, seu país e cidade de origem e algum meio de contato, nem que seja eletrônico, como seu email, por exemplo;

Proteja: ao escolher a mala, prefira as mais seguras. Cadeados não são garantias absolutas e zíperes podem ser abertos mesmo que o cadeado nem seja tocado;

Planeje: a regra é repetida um sem fim de vezes, mas algumas pessoas teimam em colocar objetos de valor dentro das malas… Joias, eletrônicos, documentos, dinheiro, cartões e cheques de viagem devem ser levados na mão, por você. O planejamento alcança os imprevistos: sua bagagem de mão deve conter uma muda de roupa, ou pelo menos, peças íntimas que serão usados em caso de problemas. Nem precisa ser um extravio ou atraso de bagagem: um desconforto físico ou um “acidente” com um copo de refrigerante já justificam a medida.

No mais é pensar positivo e esperar o melhor.

E se acontecer… O Mundo das Tribos tratará do assunto num próximo artigo!

Até lá, trate de fazer as malas e não se esqueça do PPP…

 

Top