Como evitar assaduras na pele do bebê

Praticamente todos os bebês sofrem com as incômodas assaduras. Elas são pequenas inflamações causadas pelas fraldas, ocorrem em áreas como nádegas, raiz da coxa,…

Praticamente todos os bebês sofrem com as incômodas assaduras. Elas são pequenas inflamações causadas pelas fraldas, ocorrem em áreas como nádegas, raiz da coxa, na porção baixa do abdômen e na região genital, justamente a área coberta pelas fraldas. Isto ocorre porque com o uso de fraldas a criança fica muito mais tempo exposta a urina, o que leva a excessiva hidratação da pele e elevação do seu pH, deixando-a mais sensível.

A dermatite de fralda se manifesta pelo aparecimento de vermelhidão e inchaço discreto da pele, e pode evoluir com pequenas erosões na pele, bolhas, ulceração (feridas) que causam mal estar e desconforto à criança.

O que muitas pessoas não sabem é que a assadura muitas vezes está ligada ao cuidado na troca das fraldas, ao tipo de fralda que está sendo usada e ao uso da calça plástica que facilita o seu aparecimento. A alimentação e até a estação do ano influenciam na aparição das assaduras, no verão ocorre ela pela transpiração e no inverno pela dificuldade de perceber se a criança urinou ou evacuou.

Para evitar as assaduras nas dobrinhas do bebê alguns cuidados devem ser tomados. Confira algumas dicas de como evitar assaduras na pele do bebê.

As fraldas dever ser trocadas com bastante freqüência, principalmente nos primeiros meses de vida do bebê, pois este é um período em que ele evacua e urina freqüentemente.

Tome cuidado para não confundir assadura com alergia à fraldas. Quando bebê esta com alergia à fralda, toda a região do bumbum fica vermelha e irritada. Caso perceba que a alergia é a fralda mesmo, você deve trocar a marca até encontrar uma que não lhe dê alergia.

Continuar Lendo  Muay Thai: benefícios, dicas

Se o bebê fizer “xixi” a fralda deve ser trocada e a criança lava somente com água morna, caso ela faça “cocô” ela deve ser lavada com água morna e sabonete de glicerina, ou sabonete especial para criança. Depois de lavar o bebê, ele deve ser enxugado delicadamente com uma toalha sem esfregar, para não provocar atrito com a pele.

As fraldas descartáveis superabsorventes são importantes porque, quando molhadas, formam um gel que retém a quantidade de líquido em até 80 vezes, o que diminui a umidade no bebê.

É importante usar cremes próprios para diminuir o contato da urina e das fezes com a pele da criança. Cremes e pomadas à base de óxido de zinco e petrolato, estas substancias funcionam como uma barreira mecânica de proteção à pele, e diminuem a possibilidade do atrito da fralda e tem a função de ajuda na reconstrução da pele, quando há a dermatite.

Nunca coloque fraldas apertadas no bebê.

No verão, o bebê pode ficar um pouco sem fralda para que a pele das nádegas possa respirar e secar, desta forma a pela ganha uma nova força e fica mais sequinha. Uma solução caseira que funciona é fazer compressas de chá de camomila ou colocar o bebê sentadinho na banheira, com água morna e camomila. O mais indicado é fazer um “chá” de camomila forte, com 3 ou 4 saquinhos de chá e adicionar a água da banheira, isso ajuda a aliviar as dores e ajuda no desaparecimento das assaduras.

Outra dica caseira é preparar uma banheira para banho com uma colher de sopa de amido de milho, a água deve ficar branca e a mistura ajudará a curar as assaduras.

Caso seu bebê apresente muitas assaduras à melhor indicação é trocar a fralda descartável pelas de pano, pois estas permitem que a pele do bebê respire melhor. Se você constatar que ele está com bolhas ou feridas com pus, seguida procure o pediatra, pois há algumas irritações de pele que são facilmente tratadas com orientação médica.

Continuar Lendo  Mitos e verdades sobre os adoçantes

Seguindo estas dicas o seu bebê ficará seguro e livre das temidas assaduras.

Top