Como escrever um texto dissertativo: dicas

Muitas provas de vestibulares, concursos ou outros processos seletivos cobram de seus candidatos a famosa Redação. O avaliador quer verificar a capacidade de escrita…

Muitas provas de vestibulares, concursos ou outros processos seletivos cobram de seus candidatos a famosa Redação. O avaliador quer verificar a capacidade de escrita dos participantes. Para isso, ele pode pedir diferentes tipos de texto. Porém, o mais comum é a dissertação. Entretanto, dissertar não é o mesmo que contar uma história, sem padrão algum. Este tipo de redação exige uma estrutura específica, que deve conter ideias, de uma forma articulada. Veja dicas para escrever um texto dissertativo.

Para dissertar, é preciso escolher bem as palavras e organizar as ideias (Foto: Divulgação)

O que é um texto dissertativo?

É muito importante saber o que é um texto dissertativo. Dissertar não é apenas escrever, aleatoriamente; é expor ideias a respeito de um determinado assunto. Tais ideias devem ser discutidas, analisadas e procuram apresentar ao leitor pontos de vista que o convençam das provas apresentadas. É por isso que a dissertação exige conhecimento e senso crítico de quem a escreve. Caso contrário, não passará de uma historiazinha, que será reprovada pelo avaliador.

Um texto dissertativo deve conter: exame crítico do assunto abordado, raciocínio lógico, clareza, coerência e objetividade na exposição das ideias. Se pensarmos bem, veremos que fazemos isso em nosso cotidiano, enquanto discutimos algo com outras pessoas, tentando convencê-las do nosso ponto de vista. Para isso, seja falando ou escrevendo, devemos seguir uma estrutura.

Todos os processos seletivos cobram uma dissertação (Foto: Divulgação)

Estrutura da Dissertação

Basicamente, a dissertação é dividida em três partes. São elas:

Introdução (ou Tese): trata-se do parágrafo inicial, introdutório, onde será apresentado o assunto a ser discutido. Ele pode conter uma afirmação, uma definição, uma citação ou uma interrogação e todas elas podem ou não estar combinadas, entre si;

Continuar Lendo  Cursos mais procurados das faculdades

– Desenvolvimento: é a argumentação, de fato. Elabora-se uma tese, uma análise crítica do assunto. Ela pode ter exemplificações, justificativas, confrontos entre pontos positivos e negativos, relações de causa e consequência, etc;

– Conclusão: é o ponto de chegada, por assim dizer. É o parágrafo final, no qual se apresentam as perspectivas sobre o problema (pode haver soluções). Ela pode inclusive, conter uma síntese de tudo que foi dito antes, como forma de reafirmação do posicionamento proposto.

Objetividade é essencial, na dissertação (Foto: Divulgação)

É preciso treinar bastante para se fazer uma boa dissertação. Também é de extrema importância a leitura constante de textos bem escritos e críticos, para que se desenvolva um raciocínio próprio sobre os acontecimentos. Quando um tema for apresentado, na prova, para que seja dissertado, o candidato deverá dominar tal assunto, mostrando o que realmente pensa sobre ele e convencendo o corretor, com argumentos consistentes e coerentes.

Top