Como Escolher uma Placa de Vídeo

Para quem está buscando melhor processamento e qualidade gráfica em seu computador é necessário investir em uma boa placa de vídeo, e não em…

Para quem está buscando melhor processamento e qualidade gráfica em seu computador é necessário investir em uma boa placa de vídeo, e não em um bom processador como muito pensam. As placas de vídeo, também conhecidas como aceleradoras gráficas tem a função de enviar sinais do computador para o monitor para que assim sejam exibidas a imagens na tela. Nos computador de preço mais acessível, as placas de vídeo não possuem memória dedicada e estão incorporadas na placa mãe, por este motivo, utilizam a memória do computador e assim são consideradas menos potentes pelo fato de utilizar a memória do sistema, algo que pode ser facilmente notado com se utiliza recursos tridimensionais ou de alta definição. Atualmente no mercado existem três tipos de placa de vídeo, sendo elas: AGP, PCI e PCI-Express, onde as placas mais modernas e atuais são as PCI Express, apesar de que a mais comum ainda sejam as AGP. Assim fica a dúvida: ‘qual escolher?’. É válido e interessante dizer que uma placa de vídeo é constituída por cinco itens: processador, memória, dissipador de calor, ventilador e conexão com placa mãe. O processador da placa de vídeo é muito semelhante com o processador da placa mãe, no entanto, é desenvolvido especificamente para o processamento gráfico, os quais geralmente usam filtros com a finalidade de aperfeiçoar detalhes das imagens. Qual é o melhor modelo para você?

Atualmente no mercado, as empresas fabricantes de tais dispositivos são a ATI e a nVidia, onde cada marca dispõe de modelos de placas de vídeo com características própria. Contudo, de forma padrão, as melhores placas de vídeo possuem alta capacidade de memória e de processamento, além de ótimos dissipadores e ventiladores, os quais ganham grande destaque em todo o componente. Entretanto, é válido ressaltar que as placas de vídeo que são consideradas top de linha oferecem maiores possibilidades do que o necessário, desta formas, um usuário que apenas deseja conferir seus emails, navegar na internet, editar textos não necessitam mais do que uma placa de vídeo integrada na placa mãe (on-board), a qual você certamente possui. Já uma placa de vídeo média é indicada para os jogadores casuais, enquanto as mais potentes e tops são recomendadas para os usuários que são fissurados por jogos e que trabalha com processamento gráfico, como os editores de imagens e vídeos. O medidor da placa de vídeo é a taxa de exibição de quadros por segundo (frame rate) que ela é capaz de exibir, assim este número representa a quantidade de imagens que a placa de vídeo tem a capacidade de processar e exibir. Para você ter uma ideia, o olho humano tem a capacidade de processar aproximadamente 25 frames por segundo, enquanto os jogos de ação exigem no mínimo 60fps, caso contrário, durante o jogo haverá travamento e lentidão, os famosos ‘bugs’.

Quanto ao preço de uma placa de vídeo, saiba que este é um fator de pode variar entre as empresas fabricantes e de acordo com a capacidade que o componente pode lhe oferecer. Contudo, uma boa placa de vídeo fará com você tenha que desembolsar aproximadamente 200 reais, no mínimo, sendo que este valor pode chegar a até 2.000 reais. Para você ter uma ideia dos preços das placas gráficas no mercado, confira alguns exemplos, logo abaixo:

-Placa de vídeo nVidia GeForce GTX460 com 1GB de memória GDDR5: Preço de 550 reais;
-Placa de vídeo Nvidia GeFroce 9800GT com 1Gb de memória GDRR3: Preço de 299 reais;
-Placa de vídeo ATI Radeon HD6970 com 2Gb de memória GDDR5: Preço de 1.100 reais;
-Placa de vídeo ATI Radeon HD6950 com 2Gb de memória GDDR5: Preço de 880 reais;

Você pode comprar a sua em diferentes lojas de informática e também em sites de vendas online, como por exemplo, o Mercado Livre. Boa compra!

Top