Como escolher os padrinhos de casamento

Como escolher os padrinhos de casamento

Como escolher os padrinhos de casamento? – Essa é uma pergunta muito comum entre os noivos que não sabem ao certo quais serão os…

Por Isabella Moretti em 13/11/2014

Como escolher os padrinhos de casamento? – Essa é uma pergunta muito comum entre os noivos que não sabem ao certo quais serão os casais que marcarão presença no altar. A escolha depende muito do grau de afinidade e importância.

Como escolher os padrinhos de casamento. (Foto: Divulgação)

Os padrinhos de casamento são figuras importantes na hora de concretizar uma união.  Eles são testemunhas tanto na cerimônia civil quanto na religiosa. Antes de escolher as pessoas para o papel de madrinha e padrinho, é fundamental ter em mente uma regra de etiqueta, que diz que os noivos devem escolher os padrinhos com o coração e com o bom senso.

Além de testemunhar a união no altar, os padrinhos também desempenham o papel de ajudar os noivos nos preparativos do casamento. Enquanto as madrinhas são encarregadas de organizar o chá de cozinha, os padrinhos tomam conta da despedida de solteiro. Assim manda a tradição.

Veja também: Como Convidar Padrinhos de Casamento

Como escolher os padrinhos de casamento?

Não escolha os padrinhos pensando em ganhar bons presentes. (Foto: Divulgação)

Confira a seguir algumas dicas essenciais de como escolher os padrinhos de casamento:

Não pense apenas no presente

A escolha dos padrinhos não deve ter a intenção de ganhar bons presentes, pois o que realmente importa é o papel que essas pessoas assumiram na história de amor dos noivos. É muito deselegante você não ter afinidade com uma determinada pessoa e chamá-la para testemunhar o casamento, apenas por causa do poder aquisitivo.

Escolha amigos próximos ou familiares

Na hora de optar pelos padrinhos, vale à pena dar preferência aos amigos próximos e familiares. Essas pessoas devem ter afinidade com o casal para que possam, de fato, cumprir os papéis de padrinho e madrinha.

Não se sinta obrigado a convidar alguém só porque é parente. (Foto: Divulgação)

O principal critério na hora de escolher os padrinhos é avaliar se são pessoas amigas, independentemente do grau de parentesco. Ou seja, os noivos não precisam se sentir obrigados a convidar familiares.

Não convide alguém por obrigação

 Os noivos não precisam convidar a namorada do amigo para ocupar a posição de madrinha, principalmente se o relacionamento for recente. Para não desmembrar o casal, é recomendado procurar outro padrinho.

Quantidade de padrinhos

Se o espaço da cerimônia for limitado, então os noivos devem tomar cuidado para não exagerar no número de padrinhos. Quando muitos casais marcam presença em um altar pequeno, por exemplo, pode comprometer a visibilidade dos noivos.

Na hora de escolher os padrinhos, os noivos precisam chegar a um acordo. (Foto: Divulgação)

Os noivos devem chegar a um acordo

Para evitar “padrinhos indesejáveis”, é fundamental que os noivos cheguem a um acordo e convidem apenas pessoas queridas para marcar presença no altar. Se for o caso, uma das partes terá que convencer a outra a mudar de opinião.

Agora que você já sabe como escolher os padrinhos de casamento, coloque as dicas em prática e defina as pessoas queridas que vão testemunhar  a união.

Top