Como escolher método anticoncepcional: dicas

Cada vez mais as mulheres conquistam espaço no mercado de trabalho, nisso existe a necessidade do uso de métodos contraceptivos. Através disso, muitos casais…

Por Editorial MDT em 25/10/2012

Cada vez mais as mulheres conquistam espaço no mercado de trabalho, nisso existe a necessidade do uso de métodos contraceptivos. Através disso, muitos casais conseguem obter um planejamento familiar adequado, não afetando a vida profissional de ambos. Tendo isso em vista, conheça algumas dicas de como escolher o método anticoncepcional.

Saiba como escolher a melhor pílula anticoncepcional.

A pílula anticoncepcional é o método contraceptivo mais utilizado pelas mulheres. (Foto: divulgação)

Diversas opções no mercado

Atualmente, existem diversos tipos de métodos contraceptivos distribuídos no mercado farmacêutico. Entre eles, a mais conhecida deles, é a pílula anticoncepcional. Há décadas que esse medicamento revolucionou a vida das mulheres, vindo acompanhada da independência e liberdade para escolher o momento ideal para ser mãe.

Além dela, podemos citar:

  • Hormônios injetáveis;
  • Implantes;
  • Dispositivo intra-uterino (DIU);
  • Adesivos tópicos;
  • Esterilização cirúrgica (laqueadura).

 Escolhendo o método anticoncepcional ideal

A grande variedade de opções de métodos contraceptivos, faz com que as mulheres fiquem em dúvidas na hora de escolher o melhor entre eles. A melhor maneira de escolher o método contraceptivo é buscando a orientação de um médico especialista. Através da consulta do profissional, o especialista poderá avaliar:

  • A rotina da mulher;
  • A presença de alguma doença;
  • A idade.

 Vantagens da pílula anticoncepcional

A pílula anticoncepcional é o método contraceptivo mais utilizado pelas mulheres, atualmente. Essa classe de medicamentos está menos agressiva ao organismo da mulher e regula as dosagens hormonais, com quase nenhum efeito colateral. Independente da escolha da pílula anticoncepcional, é uma das formas de evitar a gravidez indesejada, o que colabora com um bom planejamento familiar.

Busque a orientação de um especialista antes de escolher o método anticoncepcional. (Foto: divulgação)

 Conheça os outros métodos contraceptivos

Separamos abaixo, alguns exemplos de outros métodos contraceptivos existentes no mercado.

  1. De barreira:
    1. Preservativo masculino e feminino (camisinha) – impede a chegada de espermatozoides ao útero;
    2. Diafragma – é um anel flexível colocado no útero que impede a entrada dos espermatozoides;
    3. Esponjas e espermicidas – pouco utilizados nos dias atuais. São substâncias químicas que tem como função, imobilizar e destruir os espermatozoides;
    4. DIU – inserido na cavidade do útero impede a passagem dos espermatozoides.
    5. Hormonais
      1. Pílula monofásica – impede a ovulação, devido a presença de estrogênio e progesterona;
      2. Pílula multifásica – tem o mesmo intuito que a pílula monofásica, porém as dosagens de estrogênio e progesterona variam conforme a progressão da cartela;
      3. Minipílula – impede a fertilização por conter apenas o hormônio progesterona;
      4. Pílula do dia seguinte – é um método contraceptivo de emergência. Em sua composição existe apenas a progesterona, que impede a fertilização;
      5. Injetáveis – pode ser composto por estrogênio e/ou progesterona. Seu uso é mensal ou trimestral, através de aplicação intramuscular;
      6. Implante hormonal – é implantado no antebraço um microbastão de progesterona que impede a ovulação;
      7. Anel vaginal – este é colocado na vagina no primeiro dia da menstruação, impedindo a ovulação;
      8. Adesivos clínicos – é colocado na pele da mulher e libera uma dosagem específica de hormônio gradualmente.
      9. Cirúrgicos
        1. Laqueadura tubária – esse método contraceptivo é definitivo.

          Os casais estão cada vez mais realizando planejamento familiar. (Foto: divulgação)

Cada vez mais, as mulheres estão postergando a gravidez. Por isso, elas estão em busca do melhor método contraceptivo. Porém, antes de optar pelo método anticoncepcional, busque a orientação de um ginecologista e avalie qual o ideal para você.

Saiba como usar o DIU.

Top