Como escolher aromas de incenso

Os incensos são elementos que permitem aromatizar os ambientes, proporcionando relaxamento, tranquilidade e outras tantas sensações. O cheiro perfumado é produzido através da fumaça,…

Os incensos são elementos que permitem aromatizar os ambientes, proporcionando relaxamento, tranquilidade e outras tantas sensações. O cheiro perfumado é produzido através da fumaça, que rapidamente se espalha pelo ambiente.

O incenso perfuma e atrai energias positivas. (Foto:Divulgação)

Acender um incenso não serve apenas para criar uma atmosfera de meditação ou para fazer um ritual místico. As pessoas também apostam neste produto com o objetivo de apreciar diferentes fragrâncias e inovar as sensações dentro da própria casa.

Saiba mais: Aromas que transformam a energia da casa

Dicas para escolher aromas de incensos

O incenso é sinônimo de energia positiva e já caiu no gosto popular. Com tantas opções de aromas disponíveis no mercado, fica complicado escolher a melhor alternativa para perfumar cada canto da casa.

Para escolher o melhor aroma de incenso, conheça a seguir as fragrâncias mais populares de e as suas funções:

Rosa: é afrodisíaco, mas a mesmo proporciona calma e alivia o estresse;

Pinho: protege a família e aumenta a fertilidade;

Noz moscada: atrai dinheiro e deixa o ambiente mais alegre;

Lavanda: escolha perfeita para ambientes de descanso, pois tem efeito calmante;

Cítricos (laranja e limão): afastam a tristeza e estimulam o apetite;

Cada aroma de incenso tem uma função especial. (Foto:Divulgação)

Jasmim: acalma, estimula a autoconfiança e também tem efeito afrodisíaco;

Cravo: acaba com as energias negativas, traz dinheiro e abre caminhos;

Cânfora: contribui com a sensação de refrescância;

Camomila: ajuda a acalmar as emoções e melhora a vida financeira;

Acácia: proporciona um sono mais tranquilo;

Baunilha: tem o poder de estimular o lado intelectual, facilitando os estudos.

Na hora de escolher um incenso, é muito importante se preocupar com a qualidade do produto. Ao acendê-lo, a fumaça não deve causar dor de cabeça, enjoo ou mal-estar. Um bom incenso proporciona relaxamento, tem compostos naturais e aspecto úmido.

Ao escolher um incenso, é importante levar em conta a qualidade. (Foto:Divulgação)

Uma breve história do incenso

O uso do incenso na aromatização é algo milenar e teve origem no Antigo Egito. Alguns registros também mostram que outras civilizações antigas tinham o hábito de acender incensos, como babilônicos, gregos, romanos e judeus. Quando os europeus desembarcaram na América, os índios já tinham o costume de explorar a fumaça de um capim cheiroso para purificar um ambiente.

Continuar Lendo  Ideias e receitas de bolos para lanche

Com o tempo, o incenso se transformou em um produto comercializado e muito importante na área de aromatização. Ele também precisou se adequar as normas de segurança e higiene para não oferecer riscos às pessoas. Hoje, o incenso que todos conhecem é preparado com pó de madeira, óleos essenciais, amido vegetal e corantes cosméticos.

Veja também: Aromatizador de ambientes – como usar, dicas

Top