Como escolher a cor da tinta da sua casa?

Antes de começar a pintar a casa, é necessário tomar algumas decisões, como a marca de tinta ideal, a cor predominante e um possível…

Por Isabella Moretti em 01/05/2012

Escolher a cor de uma parede não é tarefa fácil.

Antes de começar a pintar a casa, é necessário tomar algumas decisões, como a marca de tinta ideal, a cor predominante e um possível efeito para deixar o ambiente com uma estética diferenciada. Existem muitas possibilidades para fazer a pintura da casa e, a partir dela, são criados estímulos e sensações.

As cores das tintas

Ficar em dúvida sobre a cor ideal para pintar a parede é normal, sobretudo diante da variedade de tons exibida nos catálogos. As pessoas sentem medo de ousar optando pelo efeito colorido, por isso optam pelas cores mais simples e básicas, como o branco, bege, creme e gelo.

Com tantas possibilidades de cores, não vale a pena ficar restrito apenas a monotonia da paleta de tons neutros. Os moradores devem ousar na decoração da casa, fazendo combinações mais dinâmicas e capazes de influenciar no dia a dia. Para saber a melhor forma de usar cada cor, é fundamental conhecer o significado que ela possui e qual o seu efeito.

Leia aqui: Combinar cores na decoração: ideias, dicas

O mix de cores não propõe que cada parede seja pintada com um tom vibrante de maneira desconexa. Na verdade, a ideia é transformar uma ou duas paredes, criando painéis coloridos que contrastam com a cor neutra predominante. Para que a produção do ambiente se torne ainda mais sofisticada, é interessante apostar numa forma de textura.

Antes de escolher uma cor, leve em conta os estímulos e sensações que ela causa.

Quando se fala a respeito dos efeitos, é importante levar em consideração a forma como cada cor é sentida. Veja a seguir as transformações possíveis:

Para alongar o ambiente: no ambiente quadrado, pinte duas paredes com uma cor mais escura, uma de frente para a outra.

Para ampliar: o espaço se torna mais amplo com o uso das cores claras. O branco, neste caso, é um grande aliado para criar a sensação de amplitude, mas ele não está sozinho nesta categoria. Todas as cores que melhoram a claridade do ambiente também otimizam o espaço, como é o caso do amarelo palha e os tons pastéis.

Para passar a ideia de limpeza e higiene: neste caso é interessante optar por cores claras, mas não necessariamente neutras. A pintura das paredes não pode ser feita com tons escuros e fechados, afinal, isso não destaca a ideia de ambiente limpo e higienizado.

Para esconder ou destacar objetos: caso um complemento da decoração não esteja mais agradando, disfarce-o usando uma pintura da mesma cor. Caso a proposta seja o contrário, então a cor da parede deve contrastar com o elemento encostado ou suspenso nela.

Para diminuir o espaço: use papéis de paredes estampados e opte por paredes escuras. Estes truques ajudam a reduzir um espaço muito grande. Caso a intenção seja encurtar um ambiente retangular e comprido, então a dica é pintar as duas paredes menores com uma cor escura.

Para transmitir calma: as cores frias, como azul, verde e lilás, são grandes aliadas para transmitir a sensação de tranquilidade e descanso dentro de casa.

Para aumentar a energia: deixe o ambiente energizado com as cores fortes e vibrantes. Esta aposta também vai estimular a alegria dos moradores.

Aproveite que o Inverno está chegando. Leia mais: Cores para esquentar a casa

Caso ainda não saiba qual cor de tinta escolher, experimente usar os simuladores online oferecidos pelas principais marcas de tinta.

 

Top