Como ensinar ao cão a latir menos

Um cão que late demais incontestavelmente é um grande problema não só para os seus donos, como também para os seus vizinhos, que ficam…

Um cão que late demais incontestavelmente é um grande problema não só para os seus donos, como também para os seus vizinhos, que ficam impossibilitados de remediar o problema. Muitas são as causas que levam um animal a fazer muito barulho, de forma que mesmo não intencionalmente por parte dos donos, estes acabam intensificando ainda mais a má atitude do pet. Portanto, veja a seguir algumas dicas para fazer o cachorro latir menos:

Veja algumas técnicas para fazer o seu melhor amiguinho latir menos (Foto: Divulgação)

Razões que levam um cão a latir

Por mais estranho que possa parecer, quanto menos um dono aprovar os latidos, mais terá de sofrer com eles, visto que muitas são as causas que levam um cão a este comportamento. A primeira delas, no ato da reprovação, é que o dono resolva da maneira mais fácil o problema que incomoda o cachorro, como por exemplo, ao pegar algum objeto de sua pretensão ou fazer-lhe alguma vontade específica. Assim o animal entenderá que basta apenas latir para ter aquilo que deseja, adotando esta postura toda vez que quiser atenção ou alguma outra coisa em questão.

Um dono que reprova o latido e busca fazer as vontades do cão, irá intensificar este mau comportamento (Foto: Divulgação)

Existe também a forma que muitos donos utilizam para fazer o cão latir menos, que é ignorar o comportamento, de modo que o vencedor dessa disputa no fim será sempre o animal. O pet entenderá que quanto mais latir e mais alto for o barulho, mais prontamente o seu dono irá resolver sua situação, intensificando ainda mais o problema ao invés de solucioná-lo.

Como vencer o problema

Existem de fato raças de cães que latem pouco, porém, é sempre bom tomar as medidas necessárias para que o pet não tenha dificuldades de aprendizado e não sofra posteriormente. Para controlar os latidos do seu cachorro,  o primeiro passo é fazer com que o pet se exercite bastante, de forma que através das corridas diárias, caminhadas ou adestramento você poderá ter mais contato com o seu amiguinho, transmitindo-lhe mais confiança e também impondo mais respeito em sua relação.

Faça o seu melhor amiguinho gastar bastante energia através das atividades físicas para amenizar os latidos (Foto: Divulgação)

Por incrível que pareça, as broncas não são eficientes, pois elas são formas de dar atenção ao mau comportamento, como se este fosse correto. Muitas pessoas gritam com o pet, o que faz o amiguinho associar a voz alta como uma competição, na qual vence quem falar ou latir mais alto – que por sinal, sempre será o cão o vencedor, pois o dono acabará cedendo à sua insistência. Por isso, tenha autocontrole e arrume maneiras de entreter o companheirinho, mesmo quando você tiver ausente através de brinquedos, ossinhos e itens diferentes para suas atividades. Seguindo essas dicas, por mais simples que possam parecer, a sua vida se tornará muito mais diferente e o seu pet se transformará em um animal mais carinhoso e compreensivo com você e toda a sua família.

Continuar Lendo  Chiado no peito: o que pode ser

Top