Como descobrir se um alisamento é seguro

Além de ficarem lisos, os seus cabelos devem ficar bonitos, brilhantes e sedosos. E a sua saúde tem de ficar sempre intacta ao voltar…

Por Editorial MDT em 26/02/2012

O alisamento é seguro quando é feito por profissionais honestos e capacitados (Foto: Divulgação)

Além de ficarem lisos, os seus cabelos devem ficar bonitos, brilhantes e sedosos. E a sua saúde tem de ficar sempre intacta ao voltar do salão, não é mesmo? Porém, infelizmente, isso não é o que acontece com algumas mulheres que alisam o cabelo em salões de beleza não idôneos. Portanto, saiba como descobrir se um alisamento é seguro.

Se você tem o seu cabeleireiro de confiança, não o troque por nenhum outro, pois ele conhece o seu cabelo como ninguém e sabe que químicas você já utilizou nele. Assim, ele poderá te indicar o melhor alisamento para as sua madeixas sem estragá-las e muito menos, sem prejudicar a sua saúde.

No entanto, se mesmo assim você preferir fazer o alisamento em outro salão, peça para que o cabeleireiro te mostre a embalagem do produto. A aprovação da Anvisa deve estar no rótulo. Ela sempre começa com o número 2 e tem 9 ou 13 dígitos. Geralmente, é precedida pelas siglas “Reg. MS” ou “Reg. Anvisa”. Entretanto, se você encontrar a inscrição “343/05”, não deixe que o tratamento seja feito porque esse tipo de produto não pode ser usado em pessoas.

Sempre alise os cabelos em um salão de confiança (Foto: Divulgação)

Quando o produto for verificado, peça para que o profissional o prepare na sua frente. Não tenha vergonha de lhe pedir isso, pois a sua saúde vem em primeiro lugar. Por isso, assim que sentir dor, queimação ou coceira no couro cabeludo, o tratamento deve terminar imediatamente e a sua cabeça tem que ser lavada com água abundante.

Se você tiver que ficar isolada das outras clientes no salão, se o ventilador for ligado ou se o cabeleireiro usar uma máscara no nariz e na boca, fique muito atenta, porque esses são sinais de que o produto a ser usado no seu cabelo é forte demais. Quando ele possui mais formol que o permitido pela Anvisa (0,2%), o seu cheiro fica praticamente insuportável. Sendo assim, nessas situações, deixe o salão imediatamente para não ser prejudicada.

Assim que sentir algum incômodo no couro cabeludo, peça para lavar a cabeça (Foto: Divulgação)

O alisamento só é seguro quando os profissionais são honestos e prezam pela segurança dos seus clientes. Então, sempre que mudar de salão, converse bastante com o cabeleireiro para que ele saiba por quais tratamentos o seu cabelo já passou e para que você conheça os produtos que serão utilizados nos seus fios.

Top