Como decorar a casa com muitas estampas

As estampas são capazes de inovar o visual de cada ambiente da casa, adicionando cores vivas e desenhos. No entanto, os moradores precisam tomar…

Por Isabella Moretti em 04/01/2012

Sofá neutro em contraste com o tapete estampado.

As estampas são capazes de inovar o visual de cada ambiente da casa, adicionando cores vivas e desenhos. No entanto, os moradores precisam tomar cuidado para não cometer exageros e deixar a decoração cansativa, ultrapassada, cafona. Quando mais de uma estampa aparece no mesmo espaço, é fundamental que exista um equilíbrio.

É comum encontrar pessoas que sentem medo de decorar com estampas diferentes e perdem a chance de adicionar mais personalidade a um determinado ambiente. Trabalhar com padronagens diferentes é uma opção interessante e que foge daquilo considerado básico, mas antes de qualquer medida procure conhecer as combinações afinadas.

Com a incrível capacidade de deixar os ambientes mais descontraídos, as estampas rompem com a monotonia do básico e clássico. Dependendo da forma como são usadas, elas podem exaltar um determinado estilo na decoração, como é o caso do floral que faz referência ao romântico ou as listras azul/branco que resgatam o estilo náutico.

A maior dificuldade das pessoas está em adequar uma estampa a outra, levando em conta os motivos e as cores. De fato, algumas padronagens não podem dividir o mesmo ambiente porque comprometem a identidade visual, como é o caso do clássico Toile de Jouy com uma moderna estampa de bolinhas. É uma proposta desajustada, sem harmonia.

Como combinar estampas na casa

Papel de parede estampado em contraste com roupa de cama neutra

As estampas podem ser inseridas em casa através dos móveis, acessórios e revestimento. Confira as dicas a seguir para não cometer erros com as suas combinações.

A importância da cor

Estampas com padronagens diferentes podem dividir o mesmo espaço, como xadrez, listado e floral, mas é importante que exista um equilíbrio quanto às cores. Procure seguir o mesmo tom ao definir os elementos que vão estampar o cômodo e cuidado para não deixar o ambiente pesado com a sua escolha.

A harmonia entre os elementos

Não dá para ser tudo estampado dentro de uma produção, afinal, isto deixa o espaço decorado sobrecarregado e cansativo. A melhor maneira de conseguir o equilíbrio é trabalhando com o contraste. Por exemplo, se o tapete da sala apresenta algum tipo de estampa, o tecido que reveste o sofá terá que ser neutro e vice-versa. Se um papel de parede estampado ocupa o espaço vertical do quarto, a roupa de cama deve ser neutra e vice-versa.

Mesclando estampas sem errar

Uma boa forma de conter os excessos é usando as estampas para decorar a partir de uma base neutra. Assim, é bem interessante trabalhar com uma mobília discreta e depois complementá-la com os acessórios estampados. A mistura das estampas requer um ajuste da cor, mas algumas padronagens demonstram mais afinidade na composição, como é o caso das listras com o floral. Procure respeitar as proporções dos desenhos para mesclar as estampas.

Almofadas com estampas diferentes, mas com o mesmo padrão de cores

Aproveite as dicas e use o bom-senso para escolher as estampas de cada cômodo.

Top