Como Cuidar de Orquideas em Vaso

As orquídeas são objeto de desejo de muitas pessoas. São belas flores que podem ser cultivadas em jardins e também em vasos. O cultivo…

As orquídeas são objeto de desejo de muitas pessoas. São belas flores que podem ser cultivadas em jardins e também em vasos. O cultivo traz muitas duvidas em quem não tem prática com plantas e flores. A orquídea é uma planta delicada e que precisa de um cuidado especial. É preciso dedicar-se aos seus cuidados, assim como qualquer ser vivo. É preciso encarar a orquídea como se fosse um animalzinho, um cão, por exemplo.

Não há grandes segredos nos cuidados com as orquídeas, mas é preciso atenção e dedicação para com as mesmas. Elas estão entre as flores mais procuradas no mundo. Existem inúmeros modelos e formas de orquídeas, mas os cuidados são quase que os mesmos para todas. Algumas dúvidas aparecem em relação à adubação, rega, exposição à luz e muito mais. Afinal, como cuidar de orquídeas em vaso?

O primeiro detalhe é em relação à rega. Você deve prestar muita atenção na quantidade de água que deposita na orquídea. Ela prefere uma falta de água do que o excesso. O modo mais fácil de matar uma orquídea é molhando-a demais. Suas raízes ficam sem oxigênio e morrem, e os fungos se proliferam de forma descontrolada. O ideal é que a rega acontece de duas à três vezes por semana.

As receitas de medidas exatas são inúteis, pois a necessidade da planta varia dependendo das condições climáticas ou mesmo de cada dia. Para saber se ela está precisando ou não de água, coloque o dedo no substrato, perto da raiz. Se ainda estiver úmido, não há a necessidade de mais água. Apenas regue se estiver seco. Devemos regá-las de preferência no início da manhã ou final da tarde, evite regar à noite para não deixar as folhas molhadas durante toda à noite Lembre-se que a rega deve ser feita no máximo três vezes por semana. Dependendo do clima, essa quantia varia.

Continuar Lendo  Loja Online Dell, Catálogo, Ofertas

E a adubação? As orquídeas precisam de adubo? A resposta é: sim. O próprio xaxim ou fibra de coco é fornecedor natural de vários nutrientes. Mas assim como a água, o excesso pode prejudicar a orquídea. Se desejar adubar, prefira os adubos orgânicos ou as misturas, pois são mais seguros e eficientes. Não coloque o adubo próximo ao bulbo, pois ele pode “queimá-lo”. Esse adubo irá dissolver-se aos poucos, liberando nutrientes a cada irrigação. Essa adubação pode ser feita de três em três meses. Já a adubação nas folhas pode ser feita no intervalo de 15 dias. Esse tipo de adubação é feita com misturas próprias de adubo mineral, dissolvidos em água e aplicados com borrifadores comuns.

Os cuidados com as orquídeas também devem ser feitos em relação às pragas e doenças. Os pulgões podem ser facilmente eliminados borrifando-se uma mistura de água e detergente, ou mesmo inseticidas domésticos à base de água, como o “SBP”. Já as cochonilhas devem ser removidas manualmente, sob a torneira, raspando-se as folhas com uma escova macia. Raramente a orquídea fica doente, mas se acontecer, cuidados simples podem melhorar a situação. Essas foram algumas dicas para cuidar melhor das orquídeas, espero que tenha ajudado.

 

 

 

 

 

 

 

Top