Como Controlar a Ansiedade?

Ansiedade

Quem nunca sentiu ansiedade? Quem nunca comeu compulsivamente por causa dela, a ansiedade?
Se isso acontecer de vez em quando não tem problema, mas se foge do seu controle, fique atento, isso pode prejudicá-lo. A ansiedade é um estado emocional com componentes psicológicos e físicos capazes de estimular o desenvolvimento humano. Mas pode se tornar um distúrbio quando se revela desproporcional à situação que a origina, ou quando simplesmente não tem motivo especifico para o seu surgimento.
Porém um pouco de ansiedade é fundamental para a nossa existência. Desde o nascimento, o ser humano é colocado frente a frente com as limitações de suas capacidades. Essas limitações e vulnerabilidade fazem parte da condição humana, e são fontes universais de toda a ansiedade posterior, por exemplo: quando sente fome, um neném sente ansiedade até que seja saciado.

O que é ansiedade patológica?

A ansiedade patológica é uma questão de quantidade e não de qualidade. É um certo grau de ansiedade que passa a ser notado por sintomas desconfortáveis e dolorosos, como se fosse um mecanismo de alarme.
As conseqüências da ansiedade patológica prejudicam o indivíduo, comprometendo seu bem estar e desempenho, sem cogitar que dificulta a sua preparação para enfrentar determinadas situações no seu dia-a-dia. A ansiedade patológica pode causar transtornos alimentares, como por exemplo a anorexia nervosa, bulimia nervosa e transtorno alimentar noturno.
Porém há uma forma de diminuir a ansiedade, o exercício físico. Exercícios físicos regulares liberam substâncias como a endorfina, que aumentam a disposição geral, traz a sensação de bem estar, reduz o estresse diário e ajuda a diminuir a tensão e ansiedade.
Já o planejamento alimentar para a perda de peso, depende do controle de nossas emoções. A ansiedade patológica compromete o objetivo de manter a saúde através da alimentação. O reconhecimento desses sintomas pode ser o início de um tratamento com sucesso, que só pode ser realizado por um psicólogo ou psiquiatra que pode “exigir” o uso de medicamentos ou a prática da psicoterapia.

4 Comments - Add Comment

Reply