Como comprar carne: cuidados, dicas

Comprar carne pode ser uma tarefa fácil, porém necessita de muita atenção e cuidado. Isso porque, é necessário que o comprador tenha o mínimo…

Comprar carne pode ser uma tarefa fácil, porém necessita de muita atenção e cuidado. Isso porque, é necessário que o comprador tenha o mínimo de conhecimento, além de compreender alguns cuidados de manipulação e conservação. Tendo isso em vista, separamos algumas dicas e cuidados que devem existir ao comprar carne.

Saiba como fazer bolinho de carne.

A carne necessita de cuidados especiais de refrigeração. (Foto divulgação)

Comprar carne necessita de cuidados

Separamos abaixo algumas dicas e cuidados que se devem ter na hora de comprar a carne que será consumida por sua família.

  • Avalie o local – a primeira e mais importante das dicas está relacionada a escolha do local da compra. Assim, ao escolher o local observe as condições de higiene e a procedência da carne. Lembre-se que todas elas devem ser carimbadas e, em caso de dúvida, peça ao açougueiro que lhe mostre o certificado da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária;
  • Fique atento à coloração da carne – avaliar a coloração da carne é muito importante. Ela deve variar em tons do vermelho cereja ao vermelho escuro. Em geral, a coloração mais escura indica maior tempo de deterioração, por permanecer mais tempo exposta ao frio. Esse tipo de carne já não possui as qualidades nutricionais adequadas, perdendo a qualidade;
  • Colorações suspeitas – quando a carne está esverdeada é indicativo de putrefação, assim não deve ser consumida. Além disso, avaliar a coloração da gordura é outra dica importante. Em geral, a gordura deve ter tons que variam do branco ao amarelo. Quando mais escura que esses, a carne não deve ser consumida;
  • Evite o calor excessivo – assim que adquirir a peça de carne que deseja evite perder tempo para resfria-la. Quanto menor o intervalo de descongelamento, maior a qualidade da carne para o consumo.

    Antes de comprar a carne, avalie o local. (Foto: divulgação)

Saiba como escolher o tipo de carne bovina ideal

Existem mais de 20 cortes diferentes de carne bovina, no mercado. Alguns deles são: cupim, chambaril ou osso bucu, paleta, acém, picanha, coxão mole ou chã de dentro, patinho, lagarto ou lombo paulista e contra-filé. Dentre eles, alguns são classificados como “carne de segunda” ou “carne de primeira”. Em geral, a “carne de primeira” são as carnes mais nobres e que fazem parte da traseira do animal. Geralmente, são mais saborosas e macias.  Da parte dianteira originam as carnes de “segunda” e de “terceira”.

Leia Também:  Tabagismo acelera degradação mental em homens, diz pesquisa

Avaliando a carne de maneira correta

Na hora da compra, muitas pessoas, para avaliar se a carne é macia, apertam ou põe o dedo na peça. Porém, especialista no ramo afirmam que isso não é aconselhável. Isso porque essa mania de avaliar a carne colocando o dedo e, até mesmo, a unha pode colaborar com a contaminação da peça, tornando – a imprópria para o consumo.

São mais de 20 tipos de cortes de carne existentes no mercado (Foto: divulgação)

Na hora da compra da peça de carne ideal, o indivíduo deve ter alguns cuidados em mente. O principal deles é avaliar o local e a origem da carne. Além disso, é muito importante conhecer os tipos de carnes existentes e suas características. Essa é uma forma de evitar o consumo de carnes contaminadas ou em estado de putrefação, situações maléficas à saúde do indivíduo.

Aprenda a fazer panqueca de carne gratinada.

Top