Como combinar a cor do piso com a dos móveis

Uma das grandes dificuldades na hora de decorar é acertar nas combinações. Os moradores precisam encontrar meios de deixar os ambientes residenciais equilibrados, principalmente…

Por Isabella Moretti em 17/01/2012

Observe o contraste sofisticado marcado pelo branco e tabaco.

Uma das grandes dificuldades na hora de decorar é acertar nas combinações. Os moradores precisam encontrar meios de deixar os ambientes residenciais equilibrados, principalmente quanto às cores e estampas. Quem não tem sensibilidade para fazer os ajustes na decoração, necessita de consultoria.

O piso se apresenta como um dos primeiros elementos avaliados para fazer as devidas combinações no ambiente. O revestimento horizontal é algo estável, que dificilmente será alterado se não houver uma reforma que inclua a troca das peças. Desta maneira, vale partir de uma análise do piso para escolher os móveis.

Combinando piso e móveis

Há muitas formas de combinar o piso com a mobília da casa, mas é necessário buscar uma característica em comum entre os elementos. De repente valorizar uma cor tanto nos móveis como no revestimento é uma forma de decorar o espaço sem perder a harmonia.

Os móveis acompanham a neutralidade do piso.

Quando o piso é neutro, fica mais fácil escolher os itens mobiliários que farão parte da decoração. Cores como branco, preto, bege e marrom se adaptam aos móveis sem comprometer o visual do espaço. É possível até mesmo trabalhar com uma mobília colorida e deixar o cômodo da casa com um toque moderno.

O piso laminado, conhecido por imitar a aparência da madeira, é um material que permite versátil capaz de fazer a diferença na hora de revestir o chão. Ele é sofisticado e se apresenta nos tons claros, intermediários e escuros. A escolha dos móveis para o ambiente com piso laminado não é tão regrada e permite a montagem de um espaço totalmente aconchegante.

Aprenda diferentes combinações

Um erro bastante comum na hora de combinar o piso com os móveis é o excesso. Quando o revestimento já possui desenhos, é necessário optar por uma mobília mais simples e discreta para não sobrecarregar o ambiente.

A ideia do contraste passa a ser empregada como o principal elemento de equilíbrio.  Desta forma, é necessário romper com a monotonia da decoração de alguma forma e evitar o uso de apenas uma cor. Por exemplo, se o piso é de madeira e os móveis valorizam a aparência do mesmo material, aposte nos acessórios para adicionar cores ao cômodo e deixá-lo agradável.

Em casos de piso claro, dá para valorizar a leveza do ambiente adotando móveis em tons suaves. A decoração se torna mais clean e sofisticada com esta proposta, além de proporcionar a sensação de amplitude pelo uso do branco.

Caso a ideia seja valorizar um ambiente escurecido, cuidado para que a decoração não fique tétrica demais. Móveis e pisos escuros em um mesmo espaço podem soar como elementos perigosos e comprometer as boas vibrações na hora de decorar ambientes de convívio ou intimidade.

Há um ajuste entre o piso e os móveis para reproduzir o estilo rústico.

Aproveite as ideias e invista em combinações compatíveis com o seu gosto.

 

Top