Como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento?

Veja como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento. Muitas lojas estão aproveitando o mês de março para esvaziar o estoque, vendendo produtos por preços…

Veja como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento. Muitas lojas estão aproveitando o mês de março para esvaziar o estoque, vendendo produtos por preços mais baratos e condições facilitadas de pagamento. Os consumidores acabam se envolvendo com essas ofertas e, em alguns casos, gastam além daquilo que deveriam.

Como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento. (Foto Ilustrativa)

Como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento. (Foto Ilustrativa)

Por causa da crise econômica, o comércio não está vivendo uma boa fase. De acordo com dados da Alshop, as vendas nas lojas dos shoppings brasileiros apresentaram uma queda de 1% na época de natal, sendo assim o pior resultado nos últimos 10 anos. Os consumidores resolveram comprar menos em 2015, devido ao aumento das taxas de juros, redução no prazo de pagamento, elevação do dólar e, é claro, o crescente desemprego.

Leia mais: Lojas em Liquidação SP – Queima de Estoque

Com a queda nas vendas, os lojistas estão com excesso de estoque. Uma forma de comercializar a mercadoria encalhada é apostando em ofertas bem atrativas, ou seja, que chegam a oferecer mais de 50% de desconto.

Aproveitar liquidações sem afetar o orçamento: dicas

Confira a seguir algumas dicas de como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento:

Não compre por impulso

O consumidor não pode ficar deslumbrado com os descontos e comprar apenas por impulso. Antes de adquirir um produto barato, é preciso pensar se aquilo realmente será útil. Muitas pessoas compram para não perder uma boa promoção, mas na verdade acabam gastando dinheiro à toa.

Todo cuidado é pouco para não acabar comprando por impulso. (Foto Ilustrativa)

Todo cuidado é pouco para não acabar comprando por impulso. (Foto Ilustrativa)

Faça o planejamento das finanças

Antes de se render as tentações de uma liquidação, é muito importante fazer o planejamento das finanças. Pense nas contas que chegam sempre no começo do ano, como o IPTU, o IPVA e a matrícula na escola. Faça as contas e veja se uma nova dívida não vai pesar no orçamento.

Leia Também:  Tablets de personagens infantis: preços, onde comprar

Saiba mais: Como planejar as finanças pessoais

Não caia na lábia de vendedor

Quando o consumidor entra numa loja física, imediatamente ele é abordado por um vendedor. Esse profissional está ali para empurrar boa parte do estoque encalhado, por isso usará uma “lábia” capaz de seduzir. Antes de efetuar uma compra por empolgação, pense na sua renda e calcule o que realmente está sobrando no orçamento.

Espere 3 dias para comprar

Não adquira imediatamente um produto em promoção. Pesquise os preços nas outras lojas e espere três dias antes de efetivar a compra. Esse intervalo é fundamental para tomar a decisão de forma racional e não agir pela emoção.

Veja se a dívida realmente cabe na renda. (Foto Ilustrativa)

Veja se a dívida realmente cabe na renda. (Foto Ilustrativa)

Evite parcelamento

Muitas pessoas acabam caindo na armadilha do consumo, ou seja, são seduzidas pela possibilidade de parcelamento. O ideal é parcelar em poucas vezes, isso se não houver cobrança de juros. Essa história de “comprar agora e pagar depois” também é pura estratégia de marketing.

Veja também: Cortes no orçamento, dicas para planejar

Coloque em prática os conselhos de como aproveitar liquidações sem afetar o orçamento. Dessa forma, você vai conseguir controlar os gastos e não se render a qualquer oferta. Continue no Mundo das Tribos e veja outras publicações sobre compras.

 

Top