Com primeiro tempo perfeito, Botafogo vence o líder Corinthians

O Botafogo derrotou o líder Corinthians por 2 a 0, em pleno estádio do Pacaembu, e embolou ainda mais a disputa pelo título do…

Loco Abreu e Maicosuel garantiram a vitória do Fogão no Pacaembu

O Botafogo derrotou o líder Corinthians por 2 a 0, em pleno estádio do Pacaembu, e embolou ainda mais a disputa pelo título do Brasileirão. Com um primeiro tempo primoroso, o Fogão dominou as ações da partida e marcou os dois gols, com Loco Abreu e Maicosuel.

Atrás no placar, o Corinthians pressionou durante toda a segunda etapa, mas esbarrou no paredão Renan e não conseguiu chegar ao gol.

Com o resultado, o Botafogo subiu para 49 pontos e fica a dois do Corinthians. Porém, o Fogão tem um jogo a menos do que o rival. Por sua vez, o Timão perde a oportunidade de disparar na liderança e pode ser superado pelo Vasco, caso a equipe cruzmaltina vença o Atlético Paranaense, nesta quinta, em Curitiba.

Beirando a perfeição, Fogão abre 2 a 0

A partida no Pacaembu começou agitada e polêmica. Logo aos quatro minutos, o árbitro, com a ajuda do assistente, anulou um gol legítimo do time carioca. Depois de cobrança de falta na área, a bola chegou até Fábio Ferreira, que rolou para trás e Marcelo Mattos, em posição legal, finalizou para o gol.

Apesar do gol mal anulado, o Botafogo continuou em cima e abriu o placar aos 11. Em rápido contra-ataque, que começou com Felipe Menezes, a bola foi lançada para Elkeson no lado direito. O meia cruzou e Loco Abreu sozinho cabeceou sem chances para o goleiro Julio César: 1 a 0 Fogão.

O Corinthians chegou com perigo somente aos 17. Alex cobrou falta na área, Paulo André cabeceou bem, mas a bola passou rente à trave e foi para a linha de fundo.

Depois do gol sofrido, o Timão colocou a bola no chão e tentava envolver a zaga botafoguense na base da troca de passes, principalmente pelo lado esquerdo. O problema é que os armadores do Corinthians não conseguiam transpor a boa marcação dos cariocas. Bem aplicado taticamente, o Botafogo recuou em campo e ficava à espera de um contra-ataque.

Continuar Lendo  Joel Santana renova com o Bahia até o fim de 2012

Apesar do maior volume de jogo do Corinthians, foi o Botafogo quem chegou ao segundo gol. Cortês cobrou lateral na área para Felipe Menezes, que ajeitou para Maicosuel soltar a bomba, a bola ainda desviou em Moradei e enganou Julio César: 2 a 0 Botafogo.

Aos 40, o Timão quase diminuiu. Alex cobrou falta com precisão no ângulo e Renan voou para salvar o Fogão. No fim da primeira etapa, o Corinthians insinuou uma pressão, abusando das jogadas pelos lados do campo, mas não conseguiu superar a zaga do Botafogo.

Timão pressiona, mas…

Atrás no marcador, o Corinthians voltou a campo na segunda etapa decidido a atacar. Entretanto, mesmo tendo maior volume de jogo, o Corinthians atacava sem muita organização, o que facilitava a marcação dos botafoguenses.

Aos quatro, o Timão articulou bem a jogada e quase diminuiu. Danilo levantou na área e a bola sobrou para Paulinho finalizar, mas foi travado pelo zagueiro. O lance animou o time paulista, que na base da vontade passou a pressionar o alvinegro carioca. Aos sete, Danilo ajeitou de cabeça, Leandro Castán finalizou e Marcelo Mattos salvou o Fogão.

Mesmo com o Corinthians se atirando ao ataque, o sistema defensivo do Botafogo continuava bem posicionado em campo e não dava espaços para os meias armadores do Timão organizarem jogadas de frente, obrigando o Corinthians a recorrer às jogadas laterais.

Expulsão, pressão corintiana e Renan inspirado

Aos 14, o lateral Bruno Cortês foi expulso por falta violenta em Jorge Henrique. Com um a mais no gramado, o Corinthians quase empatou dois minutos depois. Alex cobrou falta colocada e a bola, caprichosamente, bateu no travessão.

A pressão corintiana prosseguia no Pacaembu e, aos 21, novamente Alex quase marcou. O meia arriscou de longe, a bola desviou no zagueiro e passou sobre o gol.

Continuar Lendo  Fluminense e Figueirense: os dois melhores do returno

Depois da expulsão de Cortês, o jogo no Pacaembu mais parecia de ataque contra defesa. Alex e Paulinho, bastante participativos, levavam perigo constantemente ao gol de Renan, que o que podia para segurar a vitória.

Aos 37, Jorge Henrique tabelou com Adriano, recebeu na frente e finalizou para mais uma defesa de Renan. Aos 46, o Corinthians teve a última chance de diminuir. Paulo André recebeu dentro da área, finalizou forte e Renan fez outra grande defesa.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0X2 BOTAFOGO

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro (Luis Ramírez), Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos (Welder); Moradei (Adriano), Paulinho, Alex e Danilo; Jorge Henrique e Willian. Técnico: Tite.

BOTAFOGO: Renan; Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel (Bruno Tiago) e Elkeson (Herrera); Felipe Menezes (Gustavo) e Loco Abreu. Técnico: Caio Junior.

Renda/público: R$ 1.097.396 / 32.450 pagantes

Cartões amarelos: Jorge Henrique (COR); Cortês e Alessandro (BOT)

Cartões vermelhos: Cortês, 14’/2ºT (BOT)

Gols: Loco Abreu, 11’/1ºT (0-1); Maicosuel, 33’/1ºT (0-2)

Top