Cólicas menstruais fortes – Dicas, tratamentos

Uma das principais queixas recebidas nos consultórios ginecológicos é a cólica menstrual forte, dor que ocorre na região do baixo ventre, antes ou durante…

Por Andre em 12/02/2012

A cólica menstrual forte é caracterizada por dores intensas na região do ventre

Uma das principais queixas recebidas nos consultórios ginecológicos é a cólica menstrual forte, dor que ocorre na região do baixo ventre, antes ou durante o período da menstruação, muitas vezes afetando as atividades diárias das mulheres atingidas, devido à forte e incômoda dor.

Segundo estudos médicos, cerca de 50% das mulheres em idade fértil têm cólicas menstruais, das quais aproximadamente 15% sofrem com os males causados pelo distúrbio, que acontece por causa de uma variação hormonal produzida durante as menstruações. As adolescentes são as mais suscetíveis a apresentarem as dores intensas.

Também conhecida como dismenorreia, a cólica menstrual pode ser primária ou secundária. No primeiro caso, que é o mais comum, não há uma causa orgânica, ou seja, ela não é causada por nenhuma patologia. Trata-se de uma condição normal do ciclo menstrual, produzida pelas prostaglandinas, substâncias que provocam dolorosas contrações no útero.

Já a cólica menstrual secundária acontece devido a alguma patologia que tenha afetado a mulher, como miomas uterinos, alterações no ovário, cistos, infecção pélvica, endometriose, uso do DIU (dispositivo intra-uterino) e pólipos, entre outras doenças que podem afetar o sistema reprodutivo.

Os sintomas incluem dor na região do ventre (pode ser branda, moderada ou forte), sensação de mal-estar, dor de cabeça, dor nas costas e náuseas, além de problemas gastrointestinais, nos casos mais fortes.

Tratamentos

Anti-inflamatórios são usados para a melhora nos quadros de cólica menstrual forte

Para tratar a dismenorreia primária, são usados os anti-inflamatórios não-esteróides (AINES), que inibem a produção de prostaglandinas, diminuindo a dor, associados a anticoncepcionais e antiespasmódicos. Já para acabar com os males causados pela dismenorreia secundária, é preciso fazer uma avaliação de cada caso. O médico pode indicar também o uso dos AINES, mas antes ele irá verificar qual é a causa da dor para saber o tratamento mais adequado para aquela mulher.

Dicas

Bolsa de água quente na barriga ajuda a aliviar a dor

Para aliviar as dores, algumas dicas básicas podem ajudar, como:

– Usar compressas de água quente ou bolsa térmica sobre a barriga;

– Massagens relaxantes e um banho morno também contribuem para o alívio da dor;

– Ingerir alimentos mais saudáveis, como vegetais, nozes e sementes cruas, evitando alimentos derivados de gordura animal, ovos e laticínios;

– Praticar exercícios físicos moderados, como caminhada ou andar de bicicleta;

– Evitar situações estressantes.

Top