Coleção de esmaltes da série “Girls”

O seriado “Girls”, que pode ser assistido pelo canal HBO, está inspirando milhares de meninas ao redor do planeta. A trama, que fala as…

O seriado “Girls”, que pode ser assistido pelo canal HBO, está inspirando milhares de meninas ao redor do planeta. A trama, que fala as aventuras de quatro garotas que moram no Brooklyn, Nova York, e ficam bem longe do glamour e riqueza foi capaz de originar uma nova linha de esmaltes. Aproveitando o sucesso da série a marca Deborah Lippmann, dos Estados Unidos, criou cores exclusivas com o perfil das personagens principais do programa.

Leia mais sobre: Coleção de esmaltes Risque POP 4 YOU

O seriado não fala de padrões de beleza das passarelas, mas conquistou adeptos (Foto: Divulgação)

Esmaltes da série “Girls” chegam ao mercado ainda em janeiro

A segunda temporada do seriado “Girls” começou a ser exibida no dia 13 de janeiro, por isso a Deborah Lippmann pretende comercializar nos Estados Unidos os esmaltes inspirados em suas personagens ainda nesse mês de janeiro. Por enquanto a data não foi anunciada e as vendas não começaram, mas as fãs já podem se preparar, pois as cores são muito bonitas.

Cores dos esmaltes da série “Girls”

O lançamento dos esmaltes é uma parceria com Lena Dunham, autora, diretora e atriz do seriado. As colorações, no entanto, refletem a personalidade das quatro garotas que protagonizam o seriado: o violeta reflete Shoshanna, o verde inspirado em Hanna, o rosa é dedicado a Marnie e o vermelho representa Jessa.

Saiba mais sobre: Esmaltes que mudam de cor com a luz do sol

As cores são inspiradas nas quatro personagens principais (Foto: Divulgação)

Sobre o seriado de “Girls”

O seriado “Girls” foi visto em 2012 por mais de 4,1 milhões de pessoas, o que comprovou o seu sucesso e garantiu mais uma temporada. A autora é Lena Dunham, que também interpreta Hannah Horvath. A moça, que têm 26 anos, é considerada Woody Allen de saias. Porém, não pense que tudo na vida dessa jovem vem sendo um mar de rosas por conta desse seriado.

Algumas pessoas a acusaram de racismo por falar de uma área periférica de Nova York, cuja maioria é de negros, sem incluir uma personagem que representasse essa classe. Lena provocou ainda mais discussão com cenas de sexo pouco comuns logo nos primeiros capítulos do seriado, mas tudo parece ter dado certo no final das contas, pois mais 10 episódios estão indo para o ar.


Top