Cirurgia Plástica Reparadora

São muitas as alternativas para se perder peso hoje em dia, porém para quem está muito acima do peso, além de complicada a situação,…

Por Redacao em 07/11/2010

São muitas as alternativas para se perder peso hoje em dia, porém para quem está muito acima do peso, além de complicada a situação, a questão é que depois acabam ficando sobras, e para isso é necessário passar por uma cirurgia plástica reparadora assunto que selecionamos nesse artigo com algumas dicas também.

Existem casos de pessoas que infelizmente não é possível emagrecer sem algum tratamento rigoroso ou a própria cirurgia de redução de estômago, chamada cirurgia bariátrica, esta produz resultados surpreendentes e em pouco tempo a pessoa perde muito peso. Em média a perca de peso fica entre um terço do peso em excesso do paciente, isso parece pouco mas basta fazer a conta de o peso de uma pessoa com obesidade mórbida para você entender a proporção da perca. Esse excesso de peso que prejudicava a pessoa tanto na saúde como como no convívio social pode desaparecer em pouco tempo. Porém como mencionamos a perca de muitos quilos resulta nas sobras de pele.

As sobras de pele não se concentram somente na região abdominal, elas também aparecem nos braços e pernas e como se não bastasse o fato de ficarem muito estranhas esteticamente falando ainda por cima elas prejudicam os movimentos desse indivíduo.

Após a cirurgia de redução de estômago é necessário uma série de outras cirurgias, por sorte hoje as cicatrizes são menores e o pós-operatório é mais tranquilo que há anos atrás. Porém cada caso é um caso e se a sua genética ajudar nem serão necessárias diversas intervenções para que o resultado seja atingido. Em geral apenas uma plástica para esticar e remodelar a região da barriga, os outros locais podem ser firmados com auxilio de musculação.

Lembramos que apesar de aparecer menos as cicatrizes ficam, porém todo ex-gordinho não se arrepende de passar pela intervenção cirúrgica, uma marca no abdômen e algo no quadril sempre ficam, enfim um traço que vai estar sempre ali, mas a satisfação e a auto estima são muito maiores, ser magro para um ex-obeso é muito mais do que uma pessoa magra pensa.

Outro cuidado que os cirurgiões também têm tomada é o de deixar as cicatrizes em locais menos evidentes, como no caso da branquioplastia que a é cirurgia de reparação dos braços o corte pode ser feito na parte interna do braço até o cotovelo. Nas pernas a cicatriz pode descer da virilha até onde necessário dentro da coxa.

Saiba você também que o SUS cobre esse tipo de cirurgia plástica de reparação, apesar de que muitas pessoas têm medo de se submeter ao procedimento pelo sistema público.

Top