Cirurgia plástica no inverno, pré e pós-operatório

Apesar das baixas temperaturas obrigarem o uso de roupas pesadas, é durante o inverno que a maioria das pessoas já começa a se preparar…

A realização de cirurgias durante o inverno possui vários benefícios

Apesar das baixas temperaturas obrigarem o uso de roupas pesadas, é durante o inverno que a maioria das pessoas já começa a se preparar para o verão, pois, por mais surpreendente que possa parecer, é durante a estação mais fria do ano que costuma haver um aumento na procura por intervenções cirúrgicas estéticas. Mas isso tem uma boa explicação, confira.

Confira quais são as contraindicações para a realização de cirurgia plástica.

Vantagens da plástica no inverno

Julho é considerado o mês das cirurgias plásticas, porque, além de coincidir com as férias escolares e ser o momento ideal para ficar junto da família durante a recuperação cirúrgica, também é um época fria, e acaba sendo muito mais fácil proteger as cicatrizes cirúrgicas do sol e se prevenir do desconforto resultantes do uso de cintas. Outra vantagem é que a baixa temperatura serve para combater o inchaço, que tende a diminuir mais rapidamente durante o inverno.

Veja algumas curiosidades sobre cirurgia plástica.

Cuidados que devem ser tomados

Apesar das vantagens da estação, é importante lembrar que, antes de se submeter à qualquer intervenção cirúrgica, é necessário se certificar da competência profissional do cirurgião, além de assegurar tratamento pré e pós operatório adequado, realizados por profissionais especializados no assunto.

Cuidados pré e pós-cirúrgicos

Independente do procedimento ser realizado na face ou em qualquer outra área do corpo, os cuidados pré e pós-operatórios são fundamentais para uma boa recuperação e obtenção de melhores resultados.

Leia Também:  Tapete de Dança Xbox 360 Onde Comprar

1. Drenagem linfática

Antes da cirurgia, uma drenagem linfáticaé recomendada, pois ajuda a eliminar as toxinas, tornando a pele mais receptiva à intervenção e capaz de reagir melhor ao procedimento. Outra vantagem dessa terapia é ativar e potencializar a atividade do sistema imunológico. O recomendado é que se iniciem sessões de drenagem linfática cerca de duas semanas antes do procedimento.

A drenagem linfática ajuda a eliminar toxinas

2. Manthus

O Manthus é um tipo diferente de ultrassonografia, capaz de melhorar a constituição do tecido celular subcutâneo e ainda queimar gordura. Esse método facilita a penetração de princípios ativos na pele, além de também eliminar líquidos e toxinas que ficam retidas no organismo. O resultado é uma melhor absorção dos hematomas no pós-cirúrgico e prevenção de fibrose.

3. Preparação da pele

São altamente recomendados tratamentos dermatológicos a fim de melhorarem a qualidade da pele, antes de realizar a cirurgia plástica. Essa dica é especialmente válida para os procedimentos que serão realizados no rosto. Especialistas no assunto afirmam que a somatória de peelings, máscara feitas com cremes especificamente manipulados para o tipo de pele do paciente e drenagem facial são perfeitos. O recomendado é iniciar o tratamento alguns meses antes da cirurgia.

Quando iniciar os cuidados pós-operatórios

O início do tratamento pós-operatório deve seguir a prescrição médica, que tende a liberar a realização dos procedimentos dentro de três a sete dias após a cirurgia. Além da obtenção de melhores resultados, com as medidas adicionais a recuperação acaba sendo muito mais rápida, prevenindo o aparecimento de defeitos na cicatrização e circulação local, além de acelerar a reabsorção de hematomas.

Algumas medidas ajudam a garantir a segurança durante a cirurgia plástica. Confira as dicas.

O Manthus auxilia no preparo da região operada

Top