Cinto de castidade para homens vira moda no Quênia

Cinto de castidade para homens vira moda no Quênia

Cinto de castidade para homens vira moda no Quênia, ganhando bastante popularidade na capital do país, nas últimas semanas, consistindo em um item de…

Por Andre em 27/06/2015

Cinto de castidade para homens vira moda no Quênia, ganhando bastante popularidade na capital do país, nas últimas semanas, consistindo em um item de segurança muito requisitado pelos clientes do sexo masculino.

Cinto de castidade para homens vira moda no Quênia (Foto Ilustrativa)

Tudo começou com o caso de uma mulher que cortou o pênis do marido, como vingança por sua infidelidade, que aconteceu na cidade de Nyeri, e acabou ganhando bastante destaque na imprensa queniana, gerando muita repercussão no país.

A partir daí, outras histórias semelhantes passaram a ser relatadas e, com medo do que suas mulheres poderiam fazer, vários quenianos resolveram proteger os órgãos genitais, utilizando uma solução antiga, o cinto de castidade.

Como manter a fidelidade em um relacionamento

Cinto de castidade para homens vira moda no Quênia

O acessório ficou popular por causa de um caso de infidelidade (Foto Ilustrativa)

Consistindo em uma espécie de cueca feita com chapas de metal, e fechada com um grande cadeado, o cinto de castidade masculino vem fazendo sucesso nas lojas de roupas para homens que funcionam em Nairóbi, capital do Quênia.

O acessório, bastante diferente, tem chamado a atenção de muitas pessoas que passam pelas ruas, e visualizam essa “cueca de ferro” nas vitrines das lojas de roupas masculinas, já que o item passou a ficar lado a lado com as cuecas convencionais, gravatas, camisas e ternos, entre outras peças.

A mulher traída resolveu atacar as partes íntimas do marido (Foto Ilustrativa)

Feito sob medida para o cliente, para que nenhum deles passe por apertos, o cinto de castidade para homens custa em torno de 1.200 xelins (moeda local), o que dá aproximadamente R$ 38, em conversão direta.

Sinais que indicam traição

O curioso acessório para proteger as partes íntimas masculinas tem dividido as opiniões entre os quenianos, mas a maioria dos homens afirmou que, se for para garantir a integridade diante das mulheres irritadas, não há qualquer problema em usar o cinto de castidade, apesar das dificuldades que ele pode trazer, até mesmo para andar.

As origens do cinto de castidade

No Quênia, o cinto de castidade masculino custa o equivalente a R$ 38 (Foto Ilustrativa)

O cinto de castidade tem origem na Idade Média, época em que os maridos obrigavam as esposas a usá-lo, sempre que eles precisavam estar fora de casa por um longo tempo. O objetivo era evitar a infidelidade.

China: experimente a morte por 40 dólares

Com o passar do tempo, surgiram outros tipos de cinto de castidade, inclusive para o sexo masculino, que ganharam novas funções, como podemos notar no caso do Quênia.

Top