Cinta no pós-parto: como usar, cuidados

Logo após o nascimento do bebê, muitas mamães desejam retornar ao peso e a silhueta que tinham antes da gravidez. Para alcançar esse objetivo,…

Logo após o nascimento do bebê, muitas mamães desejam retornar ao peso e a silhueta que tinham antes da gravidez. Para alcançar esse objetivo, além da introdução de uma dieta balanceada, muitas delas acabam recorrendo para o uso de cintas modeladoras após o parto. Conheça abaixo os cuidados e como usar a cinta pós-parto.

A quantidade quilos engordados na gestação, tem influencia direta no retorno do corpo da mulher. (Foto: divulgação)

O retorno do corpo ideal

A maioria das mulheres levam meses para retornar a silhueta que apresentavam antes de engravidar. Em casos mais extremos, a barriga de grávida, totalmente indesejada pelas mulheres, pode permanecer pelo resto da vida. Especialistas afirmam que a mulher que deseja retornar ao corpo desejado, deve ter paciência. Isso porque o excesso de pele da barriga costuma desaparecer após nove meses. No entanto, a velocidade que o corpo terá para atingir o “normal”, dependerá:

  • De como era o corpo da mulher antes da gravidez;
  • De quantos quilos a mulher engordou na gestação;
  • Do nível de atividade física;
  • Da carga genética;
  • De estar ou não amamentando.

Em geral, mulheres que engordam menos do que catorze quilos e que fizeram atividades físicas durante a gestação, normalmente emagrecem mais rápido. 

Conheça os cuidados e como usar a cinta modeladora. (Foto: divulgação)

 

O uso de remodeladores

Até os dias atuais, o uso ou não de cintas no período pós-parto é um assunto controverso. Em geral, as cintas modeladoras melhoram o aspecto externo da silhueta, além de dar mais segurança à mulher que foi submetida à cesariana. Isso porque esse produto passa maior segurança para as mulheres, durante à pratica das atividades diárias. Por outro lado, alguns especialistas afirmam que o uso constante da cinta impede que os músculos do abdômen se movimentem, resultando na alteração do fluxo sanguíneo, o que poderia prejudicar a recuperação dos tecidos adjacentes. No caso das mulheres que foram submetidas ao parto normal, recomenda-se que elas utilizem as cintas modeladoras depois do primeiro mês pós parto. Período esse referente à recuperação do tamanho do útero, de modo a evitar que ele pressione a musculatura pélvica. De forma geral, antes de optar pelo uso da cinta modeladora, é necessário que a mulher busque a orientação de um especialista. Através da avaliação desse profissional, é possível avaliar as indicações e as contraindicações. 

Após o nascimento do bebê, muitas mulheres desejam recuperar a silhueta. (Foto: divulgação)

A maioria das mulheres, no período pós-parto, possuem o desejo de recuperar a silhueta que possuíam anterior à gestação. Devido a isso, acabam recorrendo ao uso de cintas modeladoras, um assunto ainda controverso entre os especialistas. Após conhecer algumas informações sobre a cinta pós-parto, é importante buscar a orientação do ginecologista antes de iniciar o seu uso.

Top