Cigarro é prejudicial para animais

Não restam dúvidas de que o cigarro é extremamente prejudicial à saúde. A cada ano, novos estudos são lançados no Brasil e no mundo…

Não restam dúvidas de que o cigarro é extremamente prejudicial à saúde. A cada ano, novos estudos são lançados no Brasil e no mundo apontando os malefícios que este vício pode trazer ao organismo.

Entretanto, quem fuma não compromete apenas a sua própria saúde, mas também o bem estar daqueles que estão ao seu redor. O mesmo vale, inclusive, para os animais, que podem desenvolver problemas sérios por causa da exposição à fumaça liberada pelo fumante.

Veja também: Jovens fumantes passivos têm dificuldade em proteger pulmões.

Malefícios do cigarro nos animais

Os animais podem desenvolver problemas sérios por causa da exposição à fumaça liberada pelo cigarro. (Foto: Divulgação).

De acordo com os especialistas, os efeitos do cigarro nos animais de estimação são parecidos com os que ele causa à nossa saúde. Recentemente, a fundação americana The People’s Dispensary for Sick Animals publicou uma pesquisa alertando os criadores sobre os riscos do cigarro aos bichos.

Segundo o instituto, gatos que ficam expostos à fumaça liberada pelo cigarro, por exemplo, têm o dobro de propensão a desenvolver linfoma, tumor que ataca o sistema linfático, destruindo as células de defesa e deixando o organismo mais vulnerável a agentes externos, como vírus e bactérias.

De acordo com os especialistas, os efeitos do cigarro nos animais de estimação são parecidos com os que ele causa à nossa saúde. (Foto: Divulgação).

Já os cães ficam mais suscetíveis a problemas respiratórios. A pesquisa apontou que o risco de surgimento de tumores nos seios nasais nos cachorros que convivem com fumantes é duas vezes maior do que nos outros animais da mesma espécie. Isso porque as substâncias absorvidas pelas células podem danificar o DNA, favorecendo o câncer.

Leia Também:  Papinha de desmame para filhotes

Vale lembrar que o cigarro também é prejudicial a outros animais, como pássaros e roedores. Eles podem vir a apresentar problemas alérgicos, dermatológicos e doenças respiratórias.

Dicas para largar o cigarro

Largando do cigarro, você estará protegendo a sua saúde e a dos seus bichinhos. (Foto: Divulgação).

Em face dos inúmeros problemas que o cigarro pode trazer aos animais de estimação, só existem duas coisas que você pode fazer para poupar os bichinhos: fumar longe deles ou abandonar de vez o vício.

Conheça remédio caseiro para largar de fumar.

Caso opte pela segunda opção, separamos algumas dicas que irão ajudá-lo a largar o cigarro. Confira!

1. Marque um dia para começar a largar o vício e não adie sua decisão. Nessas horas, é preciso ser firme para superar o desafio;

2. Se preferir, você pode ir diminuindo a quantidade de cigarro aos poucos. Outra dica importante é procurar a ajuda de um médico para conhecer tratamentos alternativos;

3. Afaste-se ao máximo dos fumantes e dos antigos hábitos que despertavam o desejo de fumar, como o cafezinho depois do almoço;

4. Beba bastante água. O consumo de água ajuda a diminuir o desejo de fumar.

Top