Cientista cria mutação do vírus H5N1 extremamente perigoso e contagioso

Um cientista conseguiu produzir uma mutação do vírus H5N1 – o mesmo que causou grande tumulto com a gripe aviária em 2009 – fazendo…

Um cientista conseguiu produzir uma mutação do vírus H5N1 – o mesmo que causou grande tumulto com a gripe aviária em 2009 – fazendo com que o organismo se torne ainda pior e devastador. A modificação possibilita que o vírus consiga contagiar os humanos de uma forma mais rápida e ágil.

O responsável pelo descobrimento, Ron Fouchier, do Centro Médico Erasmus, na Holanda, havia começado suas pesquisas estudando o caso do vírus que colocou o planeta em estado de preocupação no ano de 2009. Entretanto, seus estudos levaram a invenção de um novo vírus, altamente perigoso.

A comunidade científica questiona a pesquisa e está debatendo se é ético permitir que ela seja publicada. O que mais assusta esse grupo é que até hoje o H5N1 já infectou 570 pessoas no mundo todo, das quais 335 morreram, o que corresponde a 60% de mortalidade. A principal fraqueza do vírus original é a dificuldade de se mover de um humano para outro, ou de qualquer outro animal, com exceção das aves.

A modificação de Fouchier tornou o vírus extremamente contagioso, criando uma alternativa de transmissão pelo ar. Segundo ele apenas cinco mutações no H5N1 bastam para fazer com ele seja transmitido com facilidade. Seus estudos foram apresentados em setembro durante a conferência ESWI Influenza. No momento ele deseja publicar os resultados em revistas científicas.

Muitos acreditam que o trabalho pode servir de “receita” para que outros criem o mesmo vírus e comece uma pandemia global. Paul Kleim, chefe da Junta Nacional de biossegurança dos Estados Unidos, afirmou, inclusive, que não deve existir organismo mais perigoso do que este.

Porém, a liberação da pesquisa pode servir como base de preparação caso o vírus sofra essas mutações sozinho. Assim a comunidade científica já saberia o que fazer diante da situação.

Continuar Lendo  Portas flexíveis de PVC – Preços, onde comprar

Apesar da decisão estar na mão de uma bancada analisadora, é improvável que a informação fique em segredo para sempre. Afinal, não deve demorar muito para que outros cientistas comecem a estudar objetivando atingir os mesmos resultados.

Top