Chuveiro elétrico: dicas, como escolher

Na hora de montar o banheiro, uma das principais dúvidas está em escolher o chuveiro elétrico ideal. Há vários modelos disponíveis a venda nas…

Por Isabella Moretti em 05/06/2012

O chuveiro elétrico tem pressão e forma de aquecimento diferentes da ducha.

Na hora de montar o banheiro, uma das principais dúvidas está em escolher o chuveiro elétrico ideal. Há vários modelos disponíveis a venda nas lojas, que se distinguem quando ao design, recursos e sistema de funcionamento. Em todo o caso, o morador precisa adquirir o seu chuveiro considerando o conforto que terá durante o seu banho.

Primeiramente é comum ficar em dúvida entre o chuveiro elétrico e a ducha, mas não dá para adquirir um produto sem antes considerar as características de cada um. Enquanto a ducha tem maior vazão de água e não emprega parte da sua energia no aquecimento, o chuveiro possui uma aspersão menor e aquece a água através de um mecanismo próprio. Os conceitos se confundem na vida prática, mas é importante conhecê-los para acertar na escolha do melhor produto.

Para escolher o chuveiro elétrico, é essencial considerar as novas tecnologias que estão surgindo no mercado para levar um modelo mais funcional e potente para a casa. As novidades estão presentes tanto no design como na forma de funcionamento, como revelam o chuveiro com LED, multitemperatura e com controle remoto. Com a sustentabilidade em alta, o modelo que economiza água e energia também faz sucesso.

Saiba mais: Chuveiros – como escolher, melhores modelos

Como escolher chuveiro elétrico?

A escolha do chuveiro elétrico requer cuidados.

1. Antes de escolher o modelo de chuveiro ideal, atente-se ao sistema de funcionamento de cada produto, que além de elétrico, pode ser solar ou a gás. Também é importante voltar à atenção para a voltagem de fiação da sua casa, para não causar acidentes ou comprometer a eficiência do produto. Nas lojas é possível encontrar chuveiros de 110 volts ou 220 volts.

2. Antes de comprar um chuveiro elétrico, tenha certeza sobre a credibilidade da marca.

 3. Na hora de instalar o chuveiro elétrico também é necessário tomar alguns cuidados, como verificar a fiação que chega para colocar o equipamento em ação. Os cabos devem ser resistentes o suficiente para suportar a potência do chuveiro.

4. Para que o chuveiro seja capaz de deixar a água com maior pressão, ele deve ser pressurizado. Caso não seja possível adquirir um modelo com este recurso, vale a pena apostar na instalação de um pressurizador.

5. A residência deve ter uma rede elétrica adequada para suportar a potência do chuveiro sem resultar em curto circuito.

Procure entender as diferenças entre chuveiro 220 V e 110 V antes da instalação.

6. O chuveiro 220V esquenta mais do que o 110V, mas não há muitas diferenças com relação aos valores da conta de luz. Os equipamentos com voltagens diferentes também necessitam de adaptações para funcionar, ou seja, os disjuntores precisam suportar o mecanismo usado para o banho. Uma forma de verificar se a fiação está correta é analisando os valores marcados nas caixas de luz. O mínimo necessário na rede 220V é 25 amperes, já para a 110V é 40 amperes. Caso os moradores fiquem em dúvida, é recomendado buscar ajuda de um profissional especializado.

7. Lembre-se: quanto mais alta estiver a caixa d’água, maior será a pressão do chuveiro.

Veja também: Chuveiros elétricos econômicos

Top