Churrasco em Casa: Aprenda os Melhores Cortes para um Churrasco Caseiro

O churrasco é uma paixão nacional. Quem não gosta de saborear um delicioso churrasco com os amigos, acompanhados de uma cerveja bem gelada? Ele…

O churrasco é uma paixão nacional. Quem não gosta de saborear um delicioso churrasco com os amigos, acompanhados de uma cerveja bem gelada? Ele pode ser feito de carne suína, ovina, de lingüiças, salsichas, peixes, entre outros, mas o preferido dos brasileiros com certeza é o de carne bovina. Assado no espeto, na grelha, em churrasqueiras de chão e até improvisadas com tijolos, não importa como, o mais importante na hora de preparar o churrasco é saber escolher o melhor corte de carne.

As carnes mais suculentas para o churrasco são: picanha, contra filé, alcatra, maminha, filé mignon, fraldinha e uma boa costela.

A Picanha é preferência nacional, a número 1 nas churrascarias brasileiras. A carne possui um espesso manto de gordura que envolve um das laterais do corte, que é responsável pela maciez e pelo sabor inigualável da picanha. O corte possui formato triangular e antes de ser preparado, deve ser separado dos nevos que cobrem o lado oposto da gordura. Para incrementar a picanha, muitos usam alho amassado, assim a carne ganha um sabor mais forte e delicioso. Evite as carnes com camadas grossas e amareladas de gordura, este tipo de carne tende a ser velha.

O Contrafilé é o corte mais cumprido da carne bovina. Por possuir pouca gordura é ideal para ser feito em forma de bifes, picados assados e até mesmo em forma de rosbife. O grande segredo para um bom churrasco de contrafilé é assar a carne em fogo alto, mas não deixar que passe do ponto, evitando que a carne perca a gordura e endureça.

A Alcatra é uma carne muito macia, mas que possui pouca gordura, por isso é recomendada para bifes, refogados e assados. Para que o churrasco de alcatra fique mais suculento, é recomendável que ela seja assada em filés e bifes não muito finos para que não ressequem com facilidade. Deste mesmo corte, ainda é extraído o baby beef, uma tira de carne muito macia que é adorada pelos churrasqueiros de plantão.

Leia Também:  Óculos Absurda Guanabara

A Maminha é muito semelhante a picanha. A melhor maneira de prepará-la é cortando-a corretamente, contra fibras, ela também pode ser assada inteira na grelha a cerca de 40 cm da brasa.

O Filé Mignon é conhecido como a carne mais nobre para churrasco. Este corte possui um sabor levemente adocicado e quase não possui gordura. A peça é a mais macia da carne bovina e pode ser servido ao ponto e bem passado. Outra maneira de preparar esse corte é com queijo parmesão, fica uma delícia.

A Fraldinha é um corte muito saboroso que fica ao lado do filé mignon. Esta peça possui pouca gordura e deve ser asada sempre no espeto, cortada em tirar grossas e assadas. Pode ser servida mal passada ou bem passada.

A Costela é a parte superior torácica bovina. Ótima para churrascos e assados, pode ser encontrada em duas formas: a Minga que fica junto a barriga do boi e a Ripa que é retirada próximo ao lombo do boi. A costela é uma carne mais fibrosa e possui uma camada grossa de gordura, por isso, precisa de um tempo maior de cozimento.

Para temperar a sua carne use somente sal grosso, nada de vinagre, limão e temperos prontos. Este tipo de condimento deixa a carne com um sabor forte e enjoativa, além do que, o sal grosso na gordura ressalta o sabor da carne.

Outra dica muito importante é colocar as carnes que possuem camadas de gordura como a picanha, sempre com a capa para cima. Desta maneira, a gordura vai penetrar na carne, deixando- mais macia e muito mais saborosa.

Top