Chupeta do bebê: como higienizar

Sabemos que muitos profissionais condenam o uso de chupetas pelos bebês. No entanto, muitos pais ainda recorrem ao uso desse acessório no intuito de…

Por Editorial MDT em 01/12/2012

Sabemos que muitos profissionais condenam o uso de chupetas pelos bebês. No entanto, muitos pais ainda recorrem ao uso desse acessório no intuito de tranquilizar os pequenos. Devido a isso, conheça algumas dicas de como higienizar a chupeta do bebê.

Saiba como tirar a chupeta e a mamadeira do bebê.

Antes de usar a chupeta pela primeira vez, os pais devem higienizá-la. (Foto: divulgação)

 A higienização das chupetas do bebê deve ser feitas rotineiramente

Diferente do que muitos pais pensam, uma legião de bactérias e vermes habitam os bicos de chupetas e mamadeiras. Isso ocorre, em especial, naqueles acessórios que não são adequadamente fervidos.

A higienização das chupetas é muito importante, porque o sistema de defesa do bebê ainda não está adequadamente maduro, deixando o pequeno vulnerável a futuras infecções.

 Conheça as infecções que podem afetar o bebê diante da má higienização

Como foi anteriormente mencionado, quando não ocorre uma higienização adequada da chupeta, o bebê pode apresentar alguns problemas de saúde. Isso se deve aos organismos que contaminam o acessório e são responsáveis pelo desenvolvimento das doenças:

  • Monilíase ou, como popularmente conhecida, o “sapinho”;
  • Diarreias frequentes;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Infecções diversas do sistema digestivo.

    É muito importante ter cuidados especiais com a chupeta (Foto: divulgação)

 Cuidados especiais com a chupeta do bebê

O cuidado com a chupeta do bebê deve existir assim que ela seja adquirida. Ou seja, antes do primeiro uso, o acessório deve ser fervido por, pelo menos, cinco minutos em água. A chupeta deve ser colocada em um recipiente, onde a água possa cobri-la por inteiro, o que caracteriza a esterilização.

Após o bebê ter feito o uso da chupeta, ela deve ser limpa com sabão neutro e água corrente, utilizando escovas próprias para a sua higienização. Esses acessórios podem ser encontrados em lojas especializadas.

 Limpeza X esterilização

Vale ressaltar que a limpeza e a esterilização são procedimentos distintos. A limpeza se destina à remoção de resíduos do bico da chupeta e é comumente realizada com um sabão neutro. Já a esterilização refere-se à eliminação de bactérias e germes e ocorre através da fervura do acessório.

 Conheça algumas dicas relacionadas ao uso das chupetas

  •  Evite dar chupetas aos bebês, isso porque elas prejudicam a formação dos dentinhos, podendo interferir no processo da fala e respiração;
  • Antes de fornecer a chupeta esterilizada ao bebê, verifique a temperatura, uma forma de evitar queimaduras bucais.

    Muitos bebês utilizam chupetas para ficarem calmos. (Foto: divulgação)

Apesar do uso das chupetas ser contraindicado, ainda muitos pais recorrem a esse acessório para tranquilizar os pequenos. Assim, é essencial ter um cuidado especial com as chupetas, em especial, com a sua higienização. Após conhecer algumas dicas de cuidados, basta colocá-las em prática e prevenir que seu filho desenvolva futuras infecções.

Conheça alguns mitos e verdades sobre a chupeta do bebê.

 

Top