Chocolate: como consumir sem engordar

O chocolate é considerado inimigo da dieta, pois não há quem resista a essas delícias. Mas quem disse que você precisa ficar sem comer…

O chocolate é considerado inimigo da dieta, pois não há quem resista a essas delícias. Mas quem disse que você precisa ficar sem comer chocolate? Segundo nutricionistas, é possível incluir o chocolate na dieta de forma equilibrada e evitar a diferença na balança. Saiba mais sobre o assunto e veja como consumir chocolate sem engodar.

Os chocolates são grandes aliados da saúde. (Foto: divulgação)

Benefícios dos chocolates

O chocolate amargo é rico em flavonóides, antioxidantes que são benéficos a saúde cardiovascular.  Por essas propriedades, o cacau e o chocolate amargo atuam no combate de várias doenças, como a aterosclerose. Além disso, segundo pesquisas, o consumo de chocolate amargo logo pela manhã ajuda a consumir 15% menos calorias ao longo do dia.

A pesquisa realizada pela Universidade Real de Copenhague, na Dinamarca, comprovou que o consumo de chocolate amargo em jejum proporciona saciedade e ajuda no controle do peso. Além disso, o chocolate é um grande aliado do combate a tensão pré-menstrual (TPM). Esse delicioso doce contém feniletilamina, substância que ativa a áreas relacionadas ao prazer, e estimulam a produção de serotonina, responsável em melhorar o humor.

O chocolate amargo é o mais indicado para se consumir durante a dieta. (Foto: divulgação)

Veja também como comer doces de maneira saudável 

Dicas de como consumir chocolate sem engordar

1. Prefira o chocolate amargo: o tipo mais indicado para o consumo é o preto amargo, pois possui maior quantidade de cacau e menor quantidade de gordura saturada;

2. Evite o chocolate branco: esse tipo é produzido da manteiga de cacau e apresenta grandes quantidades de gordura saturada. Além disso, é mais calórico, sendo contraindicado para as dietas;

3. Quando consumir o chocolate:
o ideal é comer o chocolate após as grandes refeições, pois ajuda a evitar os picos de insulina no sangue, já que está sendo ingerido juntamente com outros alimentos;

Leia Também:  Frituras com azeite ou óleo de girassol não são prejudiciais a saúde cardíaca

4. Quantidade diária: não existe uma quantidade certa, pois depende de vários fatores. Porém, estudos mostram que consumir 50 gramas de chocolate amargo reduz o risco de 10,5 % do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Além disso, é uma quantidade adequada para ser consumida;

5. Chocolate diet:
os produtos diets são indicados somente para diabéticos. Ao contrário do que muita gente pensa, a versão diet é isenta de açúcar, porém contém grandes quantidades de gordura para compensar a falta dessa substância, o que não é indicado para quem deseja controlar o peso;

6. Cuidados com os complementos: os chocolates ao leite possuem grandes quantidades de açúcar e gordura, devido a adição de castanhas e passas. Esses produtos aumentam ainda mais as calorias do doce.

O chocolate deve ser consumido de forma moderada para não influenciar no peso. (Foto: divulgação)

Veja também dicas para não engordar

Os chocolates são alimentos deliciosos que devem ser consumidos com moderação, para evitar que influenciem no aumento do peso corporal. O ideal é consumir o chocolate sobre recomendação nutricional. Além disso, é indispensável dar preferência para os tipos menos calóricos e mais saudáveis, como o chocolate amargo.

 

Top