Chinês remarca passagem mais de 300 vezes para comer de graça em aeroporto

Aqui no Brasil os aeroportos não são os locais mais gradáveis do mundo. Algumas companhias aéreas acabam deixando a desejar e a espera em…

Aqui no Brasil os aeroportos não são os locais mais gradáveis do mundo. Algumas companhias aéreas acabam deixando a desejar e a espera em aeroportos é bem comum. Mas na China parece que os aeroportos possuem uma melhor qualidade, sendo que em alguns casos as pessoas têm direito até de comer nas áreas de alimentação de graça.

Chinês queria só comer em aeroporto, por isso remarcava passagens (Foto: Divulgação)

Para explorar mais esse benefício um chinês deu um jeitinho bem brasileiro. O homem, que não teve a sua identidade apontada, remarcou sua passagem mais de 300 vezes em um ano somente para ter direito de fazer refeições no aeroporto. Ele burlou uma norma da companhia aérea que oferecia refeições aos seus passageiros no aeroporto local.

China Eastern Airlines descobriu que um de seus clientes remarcou embarque mais de 300 vezes em um ano

A passagem do chinês era de primeira classe e o seu voo era da China Eastern Airlines. A companhia aérea achou estranho uma pessoa tentar embarcar 300 vezes e jamais conseguir finalizar sua viagem. Diante disso, eles resolveram investigar mais a fundo a situação e descobriu que o seu passageiro estava remarcando o voo somente para fazer refeições no aeroporto.

Chinês saboreando comida lembra o que ficou comendo por mais 300 vezes de graça em aeroporto (Foto: Divulgação)

Cancelou passagem e ganhou reembolso

Depois de comer muitos dias no aeroporto de Xian, em Shaanxi, China, o rapaz conseguiu ainda uma proeza: ter o reembolso da passagem. Mesmo ele sempre remarcando a passagem, indo no aeroporto, comendo de graça, voltando para casa, quando ele foi descoberto resolveu cancelar de vez a passagem, e conquistou o seu dinheiro de volta justamente por nunca ter utilizado o serviço de transporte aéreo da empresa.

Leia Também:  Fotógrafo retrata a verdade sobre os fast food

O último reagendamento do voo feito pelo homem aconteceu no dia 26 de janeiro desse ano. Depois dessa as companhias aéreas da China vão ter que mudar essa regrinhas de alimentação no aeroporto para não ficar no prejuízo.

 

Top