Chia: benefícios, como consumir

Editorial MDT 11/04/2012 Bem Estar

A Chia é uma semente muito nutritiva.

A Chia é uma semente de origem Mexicana, que foi consumida durante muito tempo por civilizações antigas, principalmente por proporcionar força e resistência física. Possui uma grande quantidade de componentes, entre eles o Ômega 3 (em maior quantidade que na linhaça), fibras, cálcio, magnésio, potássio e proteínas.

Esse grão é considerado um alimento funcional de forte valor nutricional. Ele é a fonte vegetal mais rica em ácidos graxos que se conhece. Possui propriedades que ajudam no controle da fome e ainda auxiliam na perda de peso, sem correr o risco do efeito sanfona.

Nutrientes presentes na Chia 

  • Ômega 3:  possui maior quantidade desse nutriente se comparado com outros alimentos;
  • Cálcio: esse componente ajuda a queimar gorduras no organismo;
  • Proteína: um dos principais nutrientes essenciais para formação dos músculos que queimam as gorduras e para a produção de energia;
  • Potássio: ajuda na contração muscular, sendo importante no desempenho das atividades físicas, melhorando o ritmo e o bombeamento do sangue;
  • Fibras: melhora o intestino e elimina as toxinas do organismo.

Quais os benefícios do consumo

Além de ajudar no emagrecimento, a Chia também contribui para a manutenção da saúde física e mental. Por se tratar de uma semente rica em quase todos os tipos de nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo, ela se tornou uma grande aliada para quem deseja perder peso. Veja alguns benefícios de incluí-las na alimentação:

  1. Produz sensação de saciedade;
  2. Reduz os níveis de colesterol no sangue;
  3. Combate as inflamações;
  4. Controla os níveis de glicose no sangue;
  5. Evita o envelhecimento precoce;
  6. Melhora as defesas do organismo contra outras doenças;
  7. Ajuda na formação dos ossos.

Uma forma de consumi-la é misturando a semente no iogurte de morango.

Como consumir a Chia 

A Chia pode ser encontrado em três formas no mercado: in natura (grãos), óleo e farinha. Porém, independente da forma do produto, ela deve ser consumida pelo menos 30 minutos antes das refeições diárias, seja o café da manhã, almoço ou jantar.

  • Grãos: pode ser consumido puro ou misturado a algumas frutas de sua preferência. O recomendado é consumir uma colher de sopa da semente 30 minutos antes de cada refeição;
  • Óleo: esse produto pode ser usado como tempero em saladas, é só acrescentar uma colher de sopa independente da quantidade de folhas. Mas fique atento, a versão liquida não conta com os benefícios das fibras, que são encontradas nas farinhas e nos grãos. Os outros componentes permanecem inalterados, como o Ômega 3;
  • Farinha: pode ser adicionada uma colher de sopa em alimentos como iogurtes, vitaminas e saladas. Possuem todos os nutrientes da semente. 

Curiosidades 

Conheça mais propriedades da Chia:

  • Mais potássio que a banana (2 vezes mais);
  • Mais ferro do que o espinafre (3 vezes mais);
  • Maior quantidade de cálcio que o leite integral (6 vezes mais);
  • Mais ômega 3 do que o salmão (8 vezes mais);
  • Ela absorve mais água do que próprio peso (12 vezes mais);
  • Mais magnésio do que o brócolis (15 vezes mais).

A Chia pode ser consumida nas formas de: farinha, grão ou óleo.

O óleo e a semente de chia podem ser encontrados em casas de produtos naturais e alguns supermercados. O grão pode ainda ser consumido em receitas de bolos, pães e farofas. Escolha a melhor forma de consumo de sua preferência. Esse grão é uma excelente opção para a saúde e melhora da qualidade de vida.

Outros artigos

Receita de moqueca de cação

04/03/2016

Receita de moqueca de cação

Baianos e capixabas ainda discutem de qual estado é a melhor moqueca e onde o prato surgiu. O que se sabe é que a receita foi criada por indígenas e, ao longo do tem...

Faculdade Anhanguera – Vestibular 2010

27/01/2010

Faculdade Anhanguera – Vestibular 2010

Anhanguera é uma universidade respeitada em todo país, mantendo unidades em alguns estados do Brasil, principalmente em São Paulo. Na capital paulista, a institu...