Cheio de moral, Botafogo enfrenta Atlético-PR de olho na liderança

Vitória contra o Corinthians na última rodada encheu os botafoguenses de esperança na conquista do título. Combinação de resultados na rodada do fim de semana pode colocar o Fogão na ponta

Para consolidar a boa campanha, Botafogo tenta a 11ª vitória no Engenhão

O sentimento de confiança tomou conta dos jogadores, torcedores e comissão técnica do Botafogo, depois da boa vitória da equipe carioca sobre o Corinthians, na última quarta-feira. E é essa empolgação que o time da estrela solitária levará a campo para a partida frente ao Atlético Paranaense, domingo, às 16h, no estádio do Engenhão.

Dono de uma campanha consistente, o Fogão ocupa a terceira colocação, com 49 pontos, e está apenas dois atrás dos líderes Corinthians e Vasco. O triunfo no domingo, combinado com tropeços dos líderes, coloca o Botafogo na liderança do Brasileirão.

A principal arma do alvinegro carioca é o Engenhão. Neste Brasileirão, o Botafogo já realizou 13 jogos no estádio, conquistando 10 vitórias, três empates e nenhuma derrota. Retrospecto que anima a todos no clube.

Apesar do clima de euforia, o volante Marcelo Mattos mantém os pés no chão e sabe que o duelo contra o Furacão não será nada fácil. “É um jogo importante e difícil também. É sempre complicado jogar contra equipes da zona de rebaixamento, que vêm para jogar como se fosse a última chance. Temos que saber o que queremos. Vamos entrar focados no nosso objetivo, respeitar a equipe deles, marcar bem e decidir lá na frente”, garantiu.

A baixa do técnico Caio Junior para o confronto é o lateral-esquerdo Bruno Cortês, expulso na vitória contra o Corinthians. Marcio Azevedo e Everton disputam a vaga. Por outro lado, mesmo com a boa atuação do goleiro Renan na última partida, Jefferson, que estava com a Seleção Brasileira, deve retornar à meta botafoguense. O lateral-direito Lucas, também, retorna ao time.

Furacão no desespero

Com um tropeço atrás do outro, o Atlético Paranaense não consegue deixar a zona do rebaixamento e complica cada vez mais sua situação no torneio. Para o confronto contra o embalado Botafogo, o técnico Antônio Lopes terá os retornos dos zagueiros Manoel e Fabrício, que cumpriram suspensão na rodada do meio de semana. Assim, Rafael Santos e Gustavo Araújo deixam a equipe titular.

Em contrapartida, o atacante equatoriano Guerrón, autor de um dos gols no empate contra o Vasco, recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalca o time no Rio. O jovem Adaílton deve ser o substituto.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X ATLÉTICO PARANAENSE

Botafogo: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Marcio Azavedo (Everton); Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson; Felipe Menezes (Herrera) e Loco Abreu. Técnico: Caio Junior

Atlético-PR: Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Fabrício e Heracles; Rena, Deivid, Paulo Baier e Marcinho; Adailton e Morro Garcia. Técnico: Antônio Lopes

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Assistentes: Jossemmar Diniz Moutinho (PE) e Albino Andrade Albert Junior (PE)

Top