Cesar Cielo ganha ouro e bate recorde na prova de 100m livre

Um dos nossos maiores orgulhos como atleta, Cesar Cielo, trouxe para o Brasil neste domingo (16) a terceira medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos…

Um dos nossos maiores orgulhos como atleta, Cesar Cielo, trouxe para o Brasil neste domingo (16) a terceira medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México. A altitude e a baixa temperatura da água, temidos pelo nadador, não impediram que ele quebrasse o recorde pan-americano, que era dele mesmo, atingindo um tempo de 47s84 na prova de 100m livre.

A vitória levantou até mesmo a torcida mexicana, fazendo com que Cielo agradece a todos acenando para as arquibancadas, sorrindo, com a sensação de que o dever estava cumprido.

Ao chegar à zona mista, já estava gemendo de dor e reclamando da boca seca graças a altitude, fatores que deverão também ser enfrentados nas Olimpíadas de Londres, em 2012. No Mundial de Xangai, Cesar Cielo conquistou o ouro nas provas de 50m livre e 50m borboleta, porém falhou nos 100m. Agora, voltou a comentar ao episódio do doping, que lhe custou uma advertência antes do Mundial.

“Está doendo bastante. Mesmo com as duas medalhas de ouro do Mundial, o golpe que eu tinha levado tinha me deixado meio tonto. Sorte dos meus adversários que eu não estava assim lá no Mundial, porque se eu nadei bem aqui, com certeza teria nadado melhor lá. Mas Londres está aí e eu vou começar a pensar mais alto em relação aos 100m. Dá para sonhar mais com essa prova”, disse.

No domingo, a primeira tentativa do país dentro das piscinas foi com Fabíola Molina, que não conseguiu entrar no pódio na prova de 100m costas, por quatro centésimos.

Com a vitória de Cesar Cielo, o Brasil passou a contar com três medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara: o primeiro com Thiago Pereira nos 400m medley, no sábado (15), e o segundo com a equipe de ginástica rítmica, no domingo (16).

Entretanto, o quadro de medalhar mudou com outro ouro, em que Cesar Cielo teve sua participação, na prova de revezamento 4x100m livre, levando outro ouro brasileiro. Na equipe também participavam Bruno Fratus, Nicholas Santos e Nicolas Oliveira.

Top