Censo 2010: 50,2% da população não estudou ou concluiu o Ensino Fundamental

As decorrências do Censo 2010, publicadas nesta sexta-feira, apontaram que 50,2% da população brasileira não estudou ou não terminou o Ensino Fundamental. Já aqueles…

O Estado do Sudeste foi o que teve o nível de instrução mais alto.

As decorrências do Censo 2010, publicadas nesta sexta-feira, apontaram que 50,2% da população brasileira não estudou ou não terminou o Ensino Fundamental. Já aqueles que possuem Ensino Superior completo ou mais chegam a 8,3%.

A pesquisa do IBGE foi realizada com pessoas com 10 anos ou mais e, desse modo, considerada crianças até a idade em que deveriam estar alfabetizadas e, também, pode considerar outras com estudo em curso.

O Estado do Sudeste foi o que teve o nível de instrução mais alto. Na população de 10 anos ou mais de idade, encontrou-se a menor taxa de pessoas sem educação ou com o Fundamental incompleto (44,8%) e o maior número de pessoas com Superior completo (10,5%).

 Leia mais: Ensino Médio deveria ter pelo menos 2 milhões de alunos

As taxas de instrução dos estados Norte e Nordeste permaneceram em um patamar inferior, onde, a taxa de pessoas sem instrução ou com fundamental incompleto foi de 56,5% e 59,1%, respectivamente. Já as pessoas com pelo menos curso de Ensino Superior completo, foi de 5,0% no Norte  e  4,9% no Nordeste.

Taxa de pessoas sem instrução ou com fundamental incompleto, no Norte e Nordeste foi de 56,5% e 59,1%, respectivamente.

 Para avaliar quantas pessoas completaram o Ensino Médio foi estudado apenas a população com 25 anos ou mais. Entre elas, 35,8% haviam finalizado a etapa de ensino, que deveria ser concluído por volta dos 18 anos. No entanto, houve um aumento considerável desde 2000, quando 23,1% da população acima de 25 anos encontravam-se neste patamar.

O levantamento ainda aponta que, 3,3% das crianças de 6 a 14 anos não estavam na escola. A taxa é análoga a 966 mil pessoas na idade do Ensino Fundamental ou uma a cada 33 em todo o País. Já em relação aos resultados por região, foi notado que mais de 8% das crianças de 6 a 14 anos de idade do Acre, Roraima e Amazonas estavam fora das escolas.

Leia Também:  Como acessar o cartão de inscrição do Enem na internet

Em relação aos adolescentes de 15 a 17 anos de idade, 16,7% não frequentavam aulas durante a análise. Segundo ressaltou  o Todos Pela Educação, reunidas as idades, há quase 4 milhões de crianças e adolescentes fora da escola.

Top