Você está em: MundoDasTribos > Tecnologia> Celulares possuem mais bactérias do que vasos sanitários

Celulares possuem mais bactérias do que vasos sanitários

Por Isah

Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, revelou que os celulares possuem mais bactérias do que os vasos sanitários. A quantidade de germes presentes no aparelho de telefonia chega a ser 10 vezes maior do que a encontrada em banheiros públicos.

Com 10 vezes mais bactérias do que o vaso sanitário, celular é uma ameaça para a saúde. (Foto:Divulgação)

As bactérias que foram encontradas pelos pesquisadores nos celulares, são capazes de causar náuseas e problemas de estômago quando ingeridas pelo ser humano.

Leia mais: Teclados do computador: cuide de sua higiene

O celular é cheio de germes

De acordo com Charles Gerba, um dos responsáveis pelo estudo, o celular tem mais micro-organismos nocivos à saúde porque não recebe a limpeza que deveria. O banheiro normalmente é lavado, por isso grande parte dos germes é eliminada, mas o mesmo não acontece com o aparelho de telefonia móvel, que é usado diariamente.

Os vasos sanitários são higienizados periodicamente, afinal, as pessoas sabem que eles facilitam a transmissão de doenças. Por outro lado, elas não estão habituadas a limpar os celulares e outros objetos do cotidiano, por isso acabam ignorando a possibilidade de desenvolver algum problema de saúde devido ao contato com bactérias.

O celular é um objeto de contato com as mãos e com a boca. A mobilidade também facilita o acúmulo de bactérias. (Foto:Divulgação)

O celular é um agente em potencial para a transmissão de germes, afinal, o seu uso dependente do uso das mãos e da boca. Se o aparelho não estiver limpo como deve, a higiene pessoal do indivíduo não será suficiente para prevenir o contágio. Os germes não representam o único risco, na verdade o compartimento do aparelho pode disseminar doenças.

Outras pesquisas realizadas anteriormente foram capazes de descobrir grandes quantidades de bactérias em objetos que eram considerados limpos, como caixa eletrônico, teclado de computador e controle remoto.

Enquanto o teclado de computador apresenta cinco vezes mais bactérias do que os vasos sanitários, este valor sobe para dez vezes quando se trata de celulares. A quantidade de germes é maior nos aparelhos telefônicos porque eles estão mais expostos devido à mobilidade – são levados na bolsa, colocados no bolso e emprestados com frequência. Com o aumento da temperatura, as bactérias dos celulares se proliferam ainda mais.

Para reduzir a quantidade de bactérias no celular, é importante limpar pelo menos uma vez por semana. (Foto:Divulgação)

Segundo uma pesquisa inglesa, realizada pela loja Dial-a-Phone, foi encontrada no celular uma bactéria chamada staphylococcus aureus, que também consta em solas de sapatos e vasos sanitários. Acredita-se ainda que este micro-organismo pode desencadear doenças como pneumonia, síndrome do choque tóxico e septicemia.

Como limpar o celular?

A melhor forma de evitar o acúmulo de bactérias no celular é fazendo a limpeza adequadamente. Os especialistas recomendam o uso de um pano umedecido com detergente, um cotonete e um pouco de álcool isopropílico para remover a sujeira. Também é possível limpar o aparelho usando lenços antibacterianos.

O procedimento de limpeza do celular deve ser realizado pelo menos uma vez por semana.

Veja também: Fungos e bactérias em eletrodomésticos: como evitar

Recomendado para você
Tecnologia

Como Entrar no Hotmail – www.hotmail.com.br

Tecnologia

Como criar uma conta no Skype passo a passo

Tecnologia

Celulares em promoção na Black Friday

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *