CBV anuncia criação da Superliga B masculina de vôlei

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou oficialmente que a partir de 2012 será disputada pela primeira vez a Superliga B masculina. O torneio,…

Por Redacao em 22/12/2011

Ideia é lançar também a disputa feminina da Superliga B. (Foto/Divulgação-CBV)

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou oficialmente que a partir de 2012 será disputada pela primeira vez a Superliga B masculina. O torneio, que contará com a participação de oito times, classificará o primeiro colocado para disputar a Superliga A na temporada 2012/13.

Segundo a CBV, seis Estados brasileiros terão representantes na competição B. Funvic/Midiafone, de Pindamonhangaba (SP); Santo André (SP), Climed/Atibaia (SP), Morro da Fumaça (SC), Sport Clube do Recife (PE), UFC/Ceará (CE); APAV/Canoas (RS) e Clube do Remo (PA) são os participantes.

O regulamento do torneio prevê que as equipes sejam divididas em dois grupos, com quatro equipes em cada. A chave A será composta pelas equipes do Funvic/Midiafone, Morro da Fumaça, Sport Clube do Recife e UFC/Ceará. Já o grupo B contará com Santo André, Climed/Atibaia, APAV/Canoas e Clube do Remo.

Com relação ao sistema de disputa, o torneio se difere da Superliga principal. Na fase classificatória, as oito equipes serão divididas em dois grupos de quatro. Ao todo, os times disputarão quatro etapas classificatórias no sistema de grand prix. Em cada disputa, uma equipe sediará os jogos e receberá em seu ginásio as outras três. Todos jogarão contra todos e acumularão pontos dentro de seu respectivo grupo.

Na visão do superintendente técnico da CBV, Renato D´Avila,  a Superliga B representa um fortalecimento da competição no geral. Além disso, ele revela que a ideia é criar a competição B também no feminino. “A criação da Série B é o fortalecimento da Superliga. A disputa por um lugar na série A será intensa. Com este formato equilibramos as forças e estamos dando uma importância ainda maior ao campeonato. Vamos começar com a disputa da competição masculina e, na próxima temporada, a intenção é ter também a disputa feminina”, contou Renato em entrevista ao site oficial da CBV.

Top