Editorial MDT 14/10/2013 Bichos

A catarata canina é uma doença ocular muito comum e podem acometer vários tipos de cães, principalmente aqueles que apresentam tendência hereditária à doença. Saiba mais sobre a catarata em cães e como prevenir.

É preciso ter cuidados redobrados com a visão dos cães. (Foto: divulgação)

Catarata em cães

A catarata consiste na perda da transparência da lente, que dificulta ou impede a passagem de luz até a retina, prejudicando a visão do animal de maneira gradativa, podendo leva-lo a cegueira. Trata-se de uma doença sem cura, porém existem técnicas cirúrgicas que podem melhorar a visão do animal.

Dependendo do grau de desenvolvimento da doença pelo cão, é necessário que ele conviva com o problema ou passe por uma cirurgia.  Em outros, pode estar relacionado ao cristalino e causar visão embaçada, chamada de catarata imatura. Em outros casos, a doença envolve o cristalino, levando o pet à perda da visão.

Causas da catarata em cães

A hereditariedade é um dos principais fatores que causam catarata em cães, sendo que as raças como Americano, Poodle, Cocker, Golden e Labrador Retriever são as que apresentam maior predisposição. A diabetes também é uma das causas mais frequentes da doença.

Na maior parte dos casos, as cataratas em cães são hereditárias. Porém, também podem ser provocadas por doenças como inflamações nos olhos, diabetes, traumatismos, intoxicações e outras.

A catarata em cães pode comprometer a visão dos mesmos. (Foto: divulgação)

Tratamento e prevenção da catarata em cães

A catarata canina é uma doença sem cura que instala a opacidade, fazendo com que a lente não possa se tornar transparente novamente, sendo a única solução a cirurgia. Trata-se de um procedimento que remove a lente que pode ou não ser substituída por outra. Mesmo com uma cirurgia de qualidade, a visão completa dos cães não é devolvida, sendo a recuperação significativa.

Nos casos em que a lente não pode ser substituída, a melhora da visão é perceptível, mesmo que ele tenha dificuldades em focar nos objetos. A maior parte dos casos de catarata canina é hereditária. Por isso, surgem muitas dúvidas sobre como evitar a reprodução de cães com histórico familiar como forma de evitar que a doença se prolifere. Entretanto, a catarata pode atingir outras raças, por mais que elas não possuam uma tendência hereditária.

Além disso, é importante tratar as doenças além da catarata canina que não escolhem raça e idade. Consulte o médico veterinário sobre a possibilidade de o cão ter tendência a alguma doença e como prevenir e tratar.

A catarata é uma doença hereditária. (Foto: divulgação)

A catarata é um problema que acometem humanos e até cães. Quando não tratada corretamente, ela pode comprometer a visão do cãozinho. É preciso saber como tratar a catarata em cães e também como preveni-la para que seja preservada a visão do cão.

Outros artigos

Morar junto: desvantagens

31/10/2012

Morar junto: desvantagens

Morar junto com a namorada ou o namorado é uma atitude que exige muita conversa e análise. A maioria dos casais pensa que morar junto é fácil e tão divertido quanto ...

Curso de Comércio Exterior Online

03/03/2010

Curso de Comércio Exterior Online

Curso de Comércio Exterior Online: Para você que pretende realizar cursos para melhorar sua apresentação no comercio exterior, fique sabendo que já existem curso...

Farinha de Frutas Emagrece, Onde Comprar

14/09/2010

Farinha de Frutas Emagrece, Onde Comprar

Existem inúmeras receitas naturais hoje que agem de alguma forma contra o excesso de peso. Com a busca do corpo ideal e com a preocupação com a saúde, as pessoas...