Casa Paulista: Agência Paulista de Habitação Social

A Agência Paulista é um novo departamento vinculado a Secretaria da Habitação que tem como função viabilizar a operação dos fundos habitacionais – o…

O programa pretende auxiliar a população do Estado de São Paulo a ter um lar (Foto: Divulgação)

A Agência Paulista é um novo departamento vinculado a Secretaria da Habitação que tem como função viabilizar a operação dos fundos habitacionais – o Fundo Paulista de Habitação de Interesse Social (FPHIS) e o Fundo Garantidor Habitacional (FGH). Com esses projetos o Governo do Estado de São Paulo pretende ampliar a participação da iniciativa privada e agentes públicos na construção de imóveis para a população de baixa renda.

A partir do ano que vem (2012), tendo como prazo máximo o ano de 2015, o Governo do Estado de São Paulo através da CDHU e da Agência Paulista de Habitação Social vai aplicar R$ 7,9 bilhões para viabilizar 150 mil novas moradias, além de implantar ações de urbanização de favelas e regularização fundiária.

O programa ajudará a população a financiar casas (Foto: Divulgação)

A junção entre os projetos estaduais e federais é um dos principais focos de ação da Agência Paulista de Habitação Social. A ideia do programa é complementar as verbas destinadas a investimentos e subsídios necessários para a construção de imóveis de qualidade nas cidades do Estado de São Paulo com grande demanda habitacional.

Com a finalidade de ampliar a capacidade de compra de casas próprias pelos servidores públicos do Estado de São Paulo com renda até R$ 3.100,00 e facilitar o acesso ao crédito imobiliário, a Agência Paulista de Habitação Social vai ofertar aos servidores um certificado de subsídio com o intuito de completar o crédito pré-aprovado por instituições financeiras para aquisição do imóvel.

A CDHU também fará parte do programa (Foto: Divulgação)

A Agência Paulista de Habitação Social também vai estimular a execução de infraestrutura e produção de moradias em lotes regularizados e inseridos na esfera urbana. O projeto será desenvolvido pelo Estado de São Paulo, prefeituras, proprietários de lotes, empresas do setor da construção civil, agentes financeiros, entidades organizadoras e entidades de assistência técnica. Os cidadãos beneficiados terão acesso a subsídios que aumentarão sua capacidade financeira na hora de construir um imóvel, além de assistência técnica especializada.

Continuar Lendo  Segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida 2015

Diante de tantos benefícios os moradores do Estado de São Paulo terão mais possibilidades de adquirirem uma casa própria, com as oportunidades oferecidas pelo projeto. Até o momento não foi informado os meios para participar do programa, porém é possível ter mais informações no site http://www.casapaulista.sp.gov.br, onde as mesmas serão postadas de acordo com a divulgação do cronograma do projeto.

Top