Carreira e Maternidade: como conciliar

Conciliar o trabalho com a vida familiar é um dilema vivido por milhares de mulheres, e o assunto se torna mais recorrente para quem…

Por Élida Santos em 13/03/2012

Cuidar da criança e da carreira não é impossível (Foto: Divulgação)

Conciliar o trabalho com a vida familiar é um dilema vivido por milhares de mulheres, e o assunto se torna mais recorrente para quem acaba de voltar de uma licença maternidade. Na Inglaterra, no Japão, Canadá e nos Estados Unidos o “work at home moms” foi a solução que muitas mulheres encontraram para conciliar a carreira com a maternidade. Esse termo em inglês é usado para definir as mães que passaram a trabalhar em casa para conseguir ficar mais horas com os filhos.

Entre os brasileiros o movimento vem aumentando, mas nem todas as mães gostam da ideia de exercerem funções em escritórios caseiros, ou por medo de não dar conta do trabalho, ou até por que sua profissão abre precedentes para esse meio de execução. Outro ponto que é levado em consideração é a estabilidade profissional. Algumas mulheres possuem colocações na companhia de responsabilidade e um cenário de estabilidade, por isso fica complicado deixar tudo que demoraram anos para conquistar e começar uma atividade que demande mais tempo para a família.

Algumas mães optam por trabalhar em casa (Foto: Divulgação)

Para impedir que essas profissionais deixem a empresa em que atuam, as organizações passaram a criar berçários em sua sede, para atender os bebês de funcionários. Dessa forma, a mãe pode amamentar a criança entre uma reunião e outra e ficar mais segura para trabalhar sem se preocupar com a situação da criança, podendo vê-lo em horário de almoço ou intervalos.

Não faça horas extras, por enquanto, para ter mais tempo para o bebê (Foto: Divulgação)

Se a companhia não oferece creche em seu ambiente você terá que organizar os seus horários. Nada de ficar fazendo horas extras, faça o máximo para sair no horário. Durante o almoço, se possível, vá até a sua residência (se o bebê estiver lá) e fique esse tempo com a criança.

Para passar mais tempo com o bebê, se optar por colocá-lo em uma creche particular, concilie com os horários de entrada e saída do trabalho. Assim você poderá levá-lo até a escolinha e buscá-lo. Se a preferência for por uma babá, que fique no ambiente doméstico, contrate sob indicação.

Cuidar da carreira e do filho faz parte da vida da mulher moderna, mas isso não significa que o seu marido ou o pai da criança não tenha que te ajudar. Divida as tarefas de casa com seu companheiro, peça ajuda para os avós da criança e para quem mais de habilitar, mas não transfira a sua responsabilidade para os outros. Conciliar o trabalho com a educação dos filhos pode ser difícil, mas não desista na primeira dificuldade.

Top