Carinho de mãe diminui o estresse do bebê

O carinho de mãe é essencial para o desenvolvimento da criança. Muitas pesquisas comprovam que o estresse durante a gravidez pode gerar problemas a…

Por Editorial MDT em 10/01/2013

O carinho de mãe é essencial para o desenvolvimento da criança. Muitas pesquisas comprovam que o estresse durante a gravidez pode gerar problemas a saúde e afetar comportamento do bebê. O carinho e amor para com o bebê, tanto durante a gravidez quanto após o nascimento diminuem o estresse do bebê. Saiba mais sobre esse assunto.

O carinho da mãe é muito importante para diminuir o estresse do bebê. (Foto: divulgação)

☰ CONTEÚDO

Cuidando do estresse do bebê

Um estudo feito por três universidades britânicas com 271 mamães de primeira viagem mostrou que o carinho e toque materno ajudam a reduzir o trabalho dos genes da criança responsável pelo estresse, fazendo com que a criança fique mais calma.

Segundo a ginecologista e obstetra Karina Zulli (Hospital e Maternidade São Luiz-SP), se o ambiente for favorável e seguro, o bebê também vai ficar calmo. Trata-se de algo instintivo. Pegar o bebê no colo, interagir e amamentar são algumas das situações naturais que ajudam a tranquilizar a criança.

Dê carinho na medida certa para seu bebê. (Foto: divulgação)

Veja também dicas para ser uma boa mãe 

Carinho de mãe influência na vida adulta

Segundo um estudo realizado nos Estados Unidos, as pessoas que recebem carinho de suas mães ainda quando bebês se tornam adultos capazes de lidar facilmente com as pressões da vida adulta. A pesquisa avaliou 482 moradores do estado americano de Rhode Island, ainda crianças e também na fase adulta (publicada no Journal of Epidemiology and Community Health).

Os cientistas dizem que os beijos, abraços e declarações de afeto da mãe possuem efeito aparente em longo prazo e tendem a criar um vínculo sólido com o bebê, favorecendo para uma boa saúde emocional das pessoas. Eles afirmam ainda, que esse vínculo entre a mãe e a criança não reduz somente o estresse da mesma, mas também ajuda na formação de suas interações sociais e na vida de forma geral.

Carinho sem exageros

O carinho da mãe é muito importante para o bebê, porém é importante saber quando parar. Especialistas ressaltam que o excesso de afeto maternal, principalmente quando a criança está maior, pode ser perturbador e embaraçoso para ela.

A psicóloga Terri Apter (faculdade Newnham College, na Inglaterra) realizou estudos sobre os efeitos dos relacionamentos entre a mãe e criança, e diz que é muito importante que a mãe seja receptiva ao bebê, além de lhe dar carinho.

Segundo a psicóloga, os bebês não nascem sabendo como regular suas emoções. Eles aprendem quando ficam estressados e logo são acalmados. Sendo assim, uma mãe receptiva receberá pistas e saberá quando a criança já recebeu a quantidade de carinho suficiente.

A amamentação também é um carinho de mãe para filho. (Foto: divulgação)

Veja também como ser uma mãe equilibrada 

O carinho de mãe é muito importante para diminuir o estresse do bebê. Porém, ele deve ser dado na medida certa para que não atrapalhe no desenvolvimento da criança. O excesso de proteção e afeto pode ser constrangedor e prejudicial para seu filho. Seja uma mãe carinhosa na medida certa com o bebê.

Top