Cardápio noturno ideal Cardápio noturno ideal

Cardápio noturno ideal

Comer bem é essencial durante todo o dia. Entretanto, a noite exige alguns cuidados especiais com a alimentação, devido às mudanças que o período…

Por Editorial MDT em 07/07/2013

Comer bem é essencial durante todo o dia. Entretanto, a noite exige alguns cuidados especiais com a alimentação, devido às mudanças que o período proporciona para o nosso organismo. Com o metabolismo mais lento, uma alimentação inadequada pode provocar aumento de peso e ainda interferir nos padrões de sono. Veja dicas de cardápio noturno ideal.

A alimentação noturna deve ser leve. (Foto: divulgação)

Alimentação noturna

A noite as atividades são menores e o metabolismo fica mais lente. Dessa forma, gastamos menos energia. Por isso é essencial tomar muito cuidado com os alimentos ingeridos e adotar uma refeição mais leve. Esses alimentos ajudam a driblar a fome durante a noite, proporcionando sensação de saciedade.

Os alimentos gordurosos e difíceis de serem digeridos devem ser evitados, como queijos amarelos, carnes vermelhas, frituras e outros. Além disso, as bebidas ricas em cafeína não devem fazer parte do cardápio, como refrigerantes, chá preto e café. Eles podem interferir na qualidade do sono.

Aposte nos alimentos fáceis de serem digeridos. (Foto: divulgação)

Cardápio noturno ideal

De acordo com especialistas, o ideal é incluir no cardápio de jantar e ceia alimentos que auxiliem no processo de relaxamento. É o caso da alface, que contém uma substância com poder calmante chamada lactucina, além de ácido fólico, vitamina presente no espinafre.

Outra substância que ajuda a reestabelecer o equilíbrio do organismo e melhora a qualidade de sono é o triptofano, que depois que chega ao cérebro auxilia na liberação de serotonina. Ela pode ser encontrada nas carnes magras, iogurtes desnatados e leite, além de banana e nozes.

A vitamina B6 e o magnésio também auxiliam na produção da serotonina e pode ser obtido através d consumo de carne de frango, atum, cereais integrais, tofu, caju e tomate. Algumas bebidas também ajudam a ter uma noite de descanso. O chá de camomila possui ação calmante, o leite quente é rico em triptofano, componente com ação parecida.

Além disso, é essencial ter cuidados com o horário do jantar que deve ser cerca de duas a três horas antes de dormir, para que o organismo tenha tempo para fazer a digestão e não fique com a sensação de estômago pesado.

Escolha bem o seu cardápio noturno. (Foto: divulgação)

É preciso saber como comer menos durante a noite, já que o nosso organismo se torna mais lento e dificulta o processo de digestão. O ideal é apostar em alimentos leves e fáceis de serem digeridos. Aposte nas dicas de cardápio noturno citadas acima e tenha uma boa alimentação antes de dormir.

Top