Cannes 2011

Entre 11 e 22 de Maio de 2011 acontece um dos festivais de cinema mais famosos do mundo: o Festival de Cannes, na França.…

Por Redacao em 21/05/2011

Entre 11 e 22 de Maio de 2011 acontece um dos festivais de cinema mais famosos do mundo: o Festival de Cannes, na França.

Cannes, situada no litoral sul da França, é o ambiente perfeito para todo o glamour que a indústria do cinema precisa para seus destaques. Dali saíram os  grandes prêmios de nossa indústria cinematográfica, como a Palma de Ouro recebida pelo diretor de cinema de Salto, SP, Anselmo Duarte, morto recentemente, pelo filme “O Pagador de Promessas”. Outros filmes brasileiros foram ali premiados, como “O Cangaceiro”, de Lima Barreto, “Terra em Transe”  e “O Dragão da Maldade e o Santo Guerreiro”de Glauber Rocha, além da premiação individual a Fernanda Torres como melhor atriz, por seu papel em “Eu sei que vou te amar”, de Arnaldo Jabour.

Criado em 1946 por Jean Zay, foi primitivamente chamado de Festival du Film e é direcionado exclusivamente a profissionais do cinema. São organizadas sessões de apresentação dos filmes que concorrem aos prêmios que são a Palma de Ouro, o Grande Prêmio, Melhor ator e atriz, Direção, Cenografia e Prêmio do Júri. Além desses, destinados aos longametragens, há também a Palma de Ouro  e Prêmio do Júri  para curtas e a Câmera de Ouro para o melhor filme de todas as seções.

Além dessas seções oficiais, Cannes oferece  seções paralelas, que são A Semana da Crítica e a Quinzena dos Diretores.

Embora por conceito seja uma mostra de cinema voltada para a arte de se fazer cinema de qualidade, sendo por isso mesmo considerado um festival de respeitável tanto pelo público como pela crítica, neste ano Hollywood finalmente invadiu Cannes. Pelo tapete vermelho desfilam astros e estrelas conhecidos como Antonio Banderas, Kirsten Dunst, Penélope Cruz, Robert De Niro, Sean Penn, Woody Allen  e o par Angelina Jolie e Brad Pitt, entre outros. Essa estratégia é um risco para a credibilidade de Cannes, famosa por ser a opção de filmes onde a política e tendências de debate artístico sejam o foco. Porém, os organizadores acreditam ser esta uma oportunidade de fazer com que os olhos do mundo se voltem para Cannes, usando as estrelas como “chamariz” para a arte ali exposta.

Para 2011 já existem diretores que chegam como favoritos. Lars von Trier e seu “Melancolia”, filme catástrofe do 9 vezes indicado diretor de “Anticristo” e Pedro Almodóvar, levando o terror (duplamente terror: a história baseada no impressionante livro Tarantula, de Thierry Jonquet, traz como protagonista o péssimo Antonio Banderas) às telas com “A Pele que Habito” já são os queridinhos da crítica. Mas Cannes, sendo como é, pode-se esperar mudanças nesse quadro.

Paralelamente ao circuito oficial, muitos estúdios fazem pré-estréias de seus lançamentos. É o Caso de “Piratas do Caribe” e “Kung Fu Pand 2”.

Dois personalidades marcantes desta edição: o ator francês Jean Paul Belmondo e o diretor italiano Bernardo Bertolucci.

Após a premiére do documentáro “Belmondo, the Career”, de Vincent Perrot e Jeff Domenech conta a vida deste fantástico ator de 77 anos (que trabalhou, entre outros, com os diretores jean-Luc Godard w René Clement) será recebido em um jantar de homenagem, organizado pelo festival.

Já o diretor Bertolucci — de “Beleza Roubada”, o “Último Tango em Paris” , entre outros –, recebeu a primeira Palma de Ouro honorária, por sua obra. O diretor italiano, que até pouco tempo dava sinais de não voltar a filmar, disse” Esperei um pouco, mas vou ter minha Palma de Ouro” e que volta aos filmes por conta da tecnologia 3D, para ele uma revitalização da Sétima Arte. Bernardo Bertolucci está com 70 anos e por conta de graves problemas de coluna, locomove-se com ajuda de cadeira de rodas.

Top