Candidíase no bebê: saiba mais

A candidíase no bebê pode ser causada pela reprodução desordenada do fungo Candida Albicans, que pode ser transmitida pela mãe no momento do parto…

A candidíase no bebê pode ser causada pela reprodução desordenada do fungo Candida Albicans, que pode ser transmitida pela mãe no momento do parto normal. A infecção dura aproximadamente 1 semana. Saiba mais sobre a candidíase no bebê.

O bebê pode transmitir candidíase para a mãe e a mesma para o bebê. (Foto: divulgação)

Candidíase no bebê

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo chamado Candida Albicans. Ela se manifesta com manchas brancas na parte interna da bochecha, no céu da boca e às vezes na língua do bebê. Trata-se de um problema muito comum em crianças pequenas e recém nascidos, mas pode surgir em crianças mais velhas também.

O fungo está presente no trato digestivo de todas as pessoas. Porém, quando ocorre um desequilíbrio na defesa do organismo (baixa imunidade), os agentes causadores da doença conseguem se reproduzir rapidamente manifestando a infecção. Os principais responsáveis pelo desequilíbrio são as mudanças hormonais ou uso de antibióticos.

A região genital do bebê também pode ser acometida, ficando muito vermelha como se fosse uma grande assadura, mas que não pode ser solucionada com pomadas comuns.

A candidíase oral deixa a boca da criança esbranquiçada. (Foto: divulgação)

Veja também como tratar assaduras no bebê 

Como identificar a candidíase no bebê

Se houver somente uma camada branca na língua do bebê, sem manifestações em outras regiões, é provável que seja somente resto de leite. As lesões provocadas pelo candidíase oral são mais frequentes na lateral da boca e doem muito. O primeiro sinal que bebê dá é durante a mamada, pois chora com a dor. Em outros casos, a criança pode não ter grandes indicações de dor ou irritabilidade, mas o aleitamento fica prejudicado.

Continuar Lendo  Os batons que não podem faltar no verão

Consultar o pediatra é essencial ao identificar a candidíase no bebê. Ele pode indicar um medicamento antifúngico para tratar o problema. A infecção leva até uma semana para desaparecer. As vezes os médicos recomendam a aplicação de uma pomada antifúngica também nos seios da mãe, para que a infecção não seja passada da mãe para o bebê e vice-versa.

Candidíase não é perigosa

A candidíase não oferece perigo à saúde, o maior problema é a dor gerada na boca do bebê que o impede a alimentação adequada, podendo levar a uma desidratação. Nesses casos, o médico pode receitar analgésicos como paracetamol para controlar a dor. Além disso, o médico deve ser informado sobre a evolução da doença e se o bebê apresentar febre com mais de 38 graus.

O choro durante as mamadas pode ser por dor causada pela candidíase. (Foto: divulgação)

Veja também crianças com baixa resistência, o que fazer 

A candidíase em bebês é um problema muito frequente. Ela pode ser transmitida da mãe para o filho durante o parto e se manifesta na criança com alguns meses de vida. Ao identificar os sinais e sintomas o mais indicado é procurar o médico para avaliar o caso e iniciar terapia medicamentosa.

Top