Caminho dos Engenhos

O turismo brasileiro vem se desenvolvendo no âmbito internacional e também nacional, no chamado turismo doméstico, que leva os brasileiros de uma região a…

O turismo brasileiro vem se desenvolvendo no âmbito internacional e também nacional, no chamado turismo doméstico, que leva os brasileiros de uma região a conhecer outros lugares dentro das fronteiras do nosso imenso e belo Brasil, que, por possuir uma imensa diversidade natural e também cultural, cria esta oportunidade, pois diferentemente de outros lugares do mundo, entre as regiões do país há significativas diferenças na paisagem, nos costumes, na linguagem, no clima, nos hábitos, enfim, há uma grande diversidade, que compões a riquíssima cultura brasileira. Dentro deste contexto se criam diversos roteiros regionais, que oferecem a oportunidade dos turistas conhecerem o melhor de cada região, como o roteiro do “Caminho dos Engenhos, no Brejo da Paraíba”.

Brejo da Paraíba

O Brejo da Paraíba é uma região do estado da Paraíba, como o nome já diz, formada por 8 municípios que são Areia, Alagoa Grande, Alagoa Nova, Bananeiras, Borborema, Matinhas, Pilões, e Serraria. Estes municípios, onde se destaca Areia, como o município mais importante da região, que se destaca no cenário nacional pela relevância no ciclo do açucar. No roteiro os turistas vão ter a oportunidade de conhecer engenhos de açucar seculares, onde também eram produzidos rapadura e cachaça. Em alguns desses engenhos a produção manufatureira e artesanal permanece ativa até os dias atuais. Também se visitam igrejas e prédios que fazem parte do patrimonio histórico brasileiro, além da oportunidade de contemplas paisagens e belezas naturais indescritíveis.

Roteiro Brejo da Paraíba

O caminho dos engenhos começa pela cidade de Areia, onde o turista encontra um grande número de atrativos, iniciando pela tela encomendada por Dom Pedro II – “O grito do Ipiranga” que pode ser visitada no museu Pedro Américo. No Caminho dos engenhos não poderiam faltar engenhos, e assim o roteiro passa pelo Museu da rapadura, onde antigamente funcionava o então conhecido Engenho da Várzea. No local todos poderão acompanhar o processo de fabricação da rapadura e também da cachaça, e saborear essas duas maravilhas locais. Assim como em Areai, nos outros municípios os turistas vão encontrar belos e seculares casarões, em perfeito estado de conservação, engenhos de açúcar ainda em funcionamento, senzalas de escravos ainda conservadas, ferrovias, teatros e museus onde poderão conhecer uma parte importante da história do Brasil e do ciclo do açúcar no país, com seus imensos latifúndios, os escravos, a riqueza e a ostentação daquele período.

Continuar Lendo  Líbano: pontos turísticos, dicas

Top