Calmantes naturais: cuidados ao tomar

Muitas pessoas utilizam de produtos naturais de forma indiscriminada, sem ter a consciência de que eles podem trazer consequências à vida. É importante mencionar…

Muitas pessoas utilizam de produtos naturais de forma indiscriminada, sem ter a consciência de que eles podem trazer consequências à vida. É importante mencionar que cerca de 25% de todos os medicamentos são derivados de árvores, arbustos ou ervas. É preciso utilizar os produtos naturais com cautela, de modo a evitar qualquer efeito colateral que possam trazer. Conheça os cuidados que devem existir ao tomar os calmantes naturais.

Conheça mais

Conheça os cuidados que devem existir ao tomar calmantes naturais. (Foto: divulgação)

Sobre os remédios naturais

Muitos indivíduos tem a errada ideia de que os produtos naturais não trazem malefícios à vida. Dependendo da dosagem, o chá de ervas pode proporcionar diversos efeitos colaterais, sendo que em alguns casos pode até ser fatal. Para prevenir essas possíveis consequências, o indivíduo deve buscar a orientação de um especialista, antes de fazer uso do produto natural. Além disso, através dela, a pessoa também tomará consciência sobre as possíveis interações que esse calmante pode ocasionar com outros medicamentos.

Saiba mais sobre os efeitos das ervas

Os calmantes naturais podem acarretar diversos efeitos ao indivíduo, assim como ter algumas interações com os medicamentos em uso. Além disso, as drogas e os remédios fitoterápicos são metabolizados pelo fígado. Como consequência, pode haver uma sobrecarga desse órgão, podendo levar, em alguns casos, a uma hepatite medicamentosa. Essa complicação é grave e necessita de atendimento especializado rapidamente.

É importante buscar a orientação de um especialista, antes de tomar qualquer tipo de chá. (Foto: divulgação)

Outros vilões do organismo

Segundo especialistas, os piores produtos naturais são os que prometem perda de peso. Como propaganda, dizem que eles aceleram o metabolismo, ajudam no controle do apetite e colaboram com a queima de gorduras. Por serem compostos de estimulantes, como a cafeína, ocasionam diversos efeitos colaterais, entre eles, o estímulo excessivo do sistema nervoso central e o aumento da pressão arterial.

Leia Também:  Melhores Resorts Do Brasil

Saiba mais sobre as misturas perigosas

Separamos abaixo alguns exemplos de interações com medicamentos naturais que podem trazer alguns prejuízos à vida do indivíduo:

  • Chá de camomila – é muito utilizado como um calmante natural e também devido a sua ação anti-inflamatória. Como interação, prejudica a ação de remédios antiagregantes, como o AAS e ainda bloqueia a absorção de ferro;
  • Éfedra – esta é indicada para o tratamento de obesidade e asma. Porém, ela colabora com o aumento da pressão arterial e ainda ocasiona o estímulo do sistema nervoso central;
  • Ginkgo Biloba – essa erva é muito utilizada para melhorar a circulação e até mesmo, colabora com o estímulo da memória. Como consequência, esse produto potencializa o efeito de medicamentos utilizados para combater as convulsões.

    Os calmantes naturais podem trazer algumas consequências maléficas ao indivíduo. (Foto: divulgação)

As ervas são utilizadas de forma indiscriminada pelos indivíduos. Após conhecer mais sobre os perigos dos calmantes e outros produtos naturais, é importante buscar a orientação de um especialista, de modo a prevenir qualquer efeito adverso.

Top