Caixa erra identidade racial de Machado de Assis em propaganda

Depois de cometer uma tremenda gafe na propaganda produzida com um ator branco que interpretava Machado de Assis –  que na verdade era mulato…

Depois de cometer uma tremenda gafe na propaganda produzida com um ator branco que interpretava Machado de Assis –  que na verdade era mulato – a Caixa Econômica Federal irá refazer o filme.

A propaganda feita de maneira errada gerou críticas de consumidores e da Seppir (Ouvidoria da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Social). O órgão do governo pediu oficialmente que a Caixa parasse de veicular o vídeo imediatamente.

A Seppir envolveu o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), responsável por averiguar irregularidades em campanhas de nível publicitário. Além do Conar, uma nota foi encaminhada à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR) e ao Ministério Público Federal.

A Caixa então, reconhecendo o seu erro, enviou um documento à Seppir pedindo desculpas pela caracterização errada do escritor na peça, assumiu tomar – e tomou – providências para retificar o erro, acrescentando que em momento nenhum teve a intenção de alterar sua origem racial.

Todas as emissoras de TV que veiculavam a propaganda foram notificadas pela Caixa para que a retirassem do ar. No seu site institucional, o qual também veiculava o vídeo, parou de fazê-lo.

O banco reafirmou tomar providências junto a cooperação da Seppir para reparar o erro através de um novo filme, buscando mostrar interesse em agregar esforços às ações em prol das causas raciais e sociais.

Veja abaixo o vídeo da propaganda da Caixa em que Machado de Assis aparece como branco:


Top