Cães saudáveis: exercícios para cachorros

A vida dos animais domésticos é determinada por seu dono. Um cão estressado, que vive latindo e agredindo as pessoas, por exemplo, é o…

A vida dos animais domésticos é determinada por seu dono. Um cão estressado, que vive latindo e agredindo as pessoas, por exemplo, é o reflexo imediato de como ele está sendo tratado. No lado extremo, o cachorro quietinho, no canto de casa, também é uma amostra do que pode estar acontecendo: a falta de atenção, de carinho de quem teria que cuidar dele. Uma forma de manter o equilíbrio do corpo e do ânimo do animal é colocá-lo para fazer exercícios.

Somente através de exercícios é possível chegar mais perto do nível de vida considerado saudável. É uma maneira de deixar os ossos e articulações sem qualquer tipo de problema. O primeiro passo para dar alegria ao cão é fazer com que ele se exercite juntamente com o dono, pois dessa forma, não há desperdício de tempo.

Antes de mais nada, é preciso lembrar que cada cão tem suas características e ainda existem aquelas bem comuns à cada raça, portanto, são aspectos que devem ser considerados antes de colocar o cão para se exercitar. Ultrapassar esses limites só vai piorar o quadro de estresse ou tristeza do animal. O ideal é começar aos poucos, até que se complete uma rotina bem agitada.

Outro ponto também tão importante quanto é saber se o animal está apto para enfrentar exercícios. Por isso, uma visita ao médico veterinário não cai nada mal e ainda o especialista poderá dar certas orientações mais específicas para que não haja nada de errado com o cão, como por exemplo, uma alimentação saudável.


Um dos mais conhecidos exercícios para cachorros é o de jogar objetos longe e fazer com que ele pegue e traga à mão do dono. O mais indicado é que use uma bolinha e a jogue para bem longe. Isso pode ser feito com o dono sentado, mas como o cão está entrando em atividade física, o seu dono pode também muito bem entrar no ritmo. Desse jeito, os dois saem ganhando por estarem colocando o corpo para se movimentar.

Há quem goste de andar de bicicleta e deixe o cão em casa por ser difícil ele acompanhar. Ao contrário: existem hoje no mercado coleiras específicas para isso, para que o dono possa ficar com a mão livre e ter o controle sobre a bike e a respeito do animal.

Existe uma brincadeira que é bem legal e coloca tanto o dono como o cachorro para fazer exercícios. O jogo faz com que os dois puxem uma ponta de um brinquedo específico para isso.

Exercícios físicos fazem bem tanto ao ser humano quanto ao  animal de estimação. Colocar o cão para entrar em um ritmo de treino constante é ter em mente que é um processo, assim como ocorre para o homem. Ninguém chega na academia pegando todos os pesos de uma vez só, é necessária uma adaptação. O mesmo vale para  o cachorro: as atividades devem começar das mais amenas e vão prosseguindo aos poucos, conforme a adaptação do bicho ao que lhe é exigido.

 

Top