Cacau: fruto pode evitar graves problemas intestinais

A ingestão do cacau ajuda a evitar graves problemas intestinais, como é o caso do câncer de cólon, de acordo com um estudo recém-publicado.…

Por Editorial MDT em 27/01/2012

Imagem: (Foto Divulgação)

A ingestão do cacau ajuda a evitar graves problemas intestinais, como é o caso do câncer de cólon, de acordo com um estudo recém-publicado. O fruto, ingrediente fundamental do chocolate, contém elementos eficientes em proteger o intestino contra o stress oxidativo (excesso de carga que acarretam danos à composição molecular) e contra o aumento de células cancerígenas.

O estudo descobriu que o cacau é uma ótima fonte de elementos que proporcionam potenciais benéficos à saúde. O descoberto vai ao encontro do crescente interesse entre o grupo de pesquisadores para identificar alimentos competentes para prevenir doenças, o que induziu os cientistas a classificar o cacau como um ‘superalimento’.

 “Por estar exposta a diferentes toxinas, a mucosa intestinal é muito suscetível a desenvolver algumas doenças”, diz María Ángeles Martín Arribas, coordenadora da análise e pesquisadora do Instituto de Ciência, Tecnologia e Nutrição Alimentar.

O cacau, rico em polifenóis, exerce um desempenho importante na proteção contra essas doenças. A pesquisa, analisada em roedores, confirmou o significativo efeito de proteção que os flavonóides do cacau possui contra o câncer de cólon.

Proteção

Por oito semanas os pesquisadores alimentaram os roedores com uma dieta enriquecida em cacau, além  de instigarem a carcinogênese ( procedimento de desenvolvimento do câncer). Quatro semanas depois da análise do composto químico azoximetano para a instigação da carcinogênese, as lesões da doença já tinham surgido.

“Essas lesões são chamadas de ‘focos de criptas aberrantes’ e são consideradas como bons marcadores para o câncer de cólon”, diz. Os  resultados da pesquisa apontam que os roedores nutridos com cacau apresentavam uma quantidade menor de criptas no cólon instigadas pela carcinogênese. E mais, proporcionavam ainda uma evolução em suas defesas antioxidantes e uma diminuição nos agravos oxidativos, instigados pela presença do azoximetano nas células.

Os pesquisadores concluíram, então, que o efeito de proteção do cacau é capaz de  interromper as passagens celulares responsáveis pelo alastramento celular e, assim impedir a incidência de tumores.

Apesar de mais pesquisas serem necessárias para descobrir qual composto do fruto é o responsável por tais decorrências, os pesquisadores concluíram que uma dieta rica em cacau parece diminuir o extress oxidativo e os riscos de câncer de cólon.

Top