Bullying Moral Nas Escolas

Bullying Moral Nas Escolas

O Bullying já existe a anos, mas arrecem agora começou a ser tema de estudos e de muita preocupação, pois por causa do Bullying muitos adolescentes já tiraram a vida de outras pessoas e alguns até a sua própria vida. O Bullying afeta consideravelmente o estado psicológico dos adolescentes e das crianças, pois servir de chacota dos colegas é traumatizante e leva a criança ou o adolescente a depressão e ao pânico com medo das investidas dos outros colegas sobre a sua pessoa. O Bullying acontece geralmente com crianças e adolescentes nas escolas e estima-se que em todos os países do mundo  cerca de 5% a 35% de crianças e jovens que estejam em idade escolar sofrem com algum tipo de bullying moral envolvidos com algum tipo de atos com violência moral nas escolas.

O que entende-se por Bullyng?

Bullying não escolhe o tipo de classe social para acontecer, pois ele acontece em qualquer classe social e com jovens e crianças e não esta restrito a algum tipo de escola, pelo contrario ele acontece em qualquer escola. Entende-se por Bullying moral (violência moral):

  • Maus tratos
  • Opressão
  • Intimidação
  • Ameaças que ocorrem de forma intencional e repetida e isso inclui apelidos maldosos, xingamentos, gozação que acabam magoando profundamente a criança e podem causar sérios problemas emocionais como a perda de auto-estima e chegar até a exclusão social

Como identificar o Bullying Moral?

Para identificar o Bullying nas crianças e adolescentes deve ser por meio de observação e discussão do comportamento dos alunos individualmente, pois assim os professores podem identificar os alunos alvos e os agressores.

Quem são as vitimas?

As vitimas são aquelas crianças mais frágeis e que se sentem diferentes e prejudicados, são tímidos e dificilmente pedem ajuda, esses alunos podem apresentar o desinteresse pela escola, medo apresentar baixo rendimento escolar com dispersão e nota muito baixas. Podem apresentar também falta de sono, pesadelos e depressão. Esses alunos recebem apelidos que se sentem ofendidos e humilhados, perseguidos, discriminados, excluídos e agredidos e também podem ter seus pertences quebrados ou roubados.

O que fazer para evitar o Bullying?

Para evitar o Bullying é necessário que o assunto seja tema de discussão e debates nas escolas com os alunos e principalmente promover a orientação para que esses alunos que sofrem o Bullying possam agir. Numa pesquisa feita recentemente em Portugal com sete mil alunos foi concluído que esse tipo de agressão ocorre no pátio das escolas e nos corredores quando os alunos estão sozinhos sem vigilância e para evitar que o Bullying aconteça é preciso colocar monitores nesses lugares. A conclusão é que os professores e funcionários das escolas devem estar mais atentos em todos os movimentos dos alunos.

Como esta o Bullying no Brasil?

No Brasil a Abrapia (Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção a Infância e Adolescência) começou a desenvolver um projeto  com o patrocínio da Petrobras no Rio de Janeiro em onze escolas publicas e particulares. Tendo como objetivo este estudo debater e ensinar pais, professores e alunos formas de evitar que o Bullying possa acontecer. Para ter mais informações basta entrar no site www.abrapia.org.br.

Reply